Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
08 de junho de 2019, 08h38

“Trava para aventuras socialistas”, diz Bolsonaro sobre moeda única Brasil-Argentina

Presidente, no entanto, não explicou de que maneira uma moeda comum entre Brasil e Argentina - possibilidade rejeitada quase que por unanimidade entre especialistas - evitaria o que ele chama de "aventuras socialistas"

Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes - Foto: Marcos Corrêa/PR

Logo após a visita oficial à Argentina, o presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta sexta-feira (7), já no Rio de Janeiro, que o projeto de uma moeda única entre o Brasil e o país presidido por Maurício Macri poderia ser uma “trava” para aventuras socialistas no continente.

No país vizinho, Bolsonaro falou pela primeira vez sobre a ideia de unificar as moedas do Brasil e da Argentina, dando origem ao “Peso Real”. Mais tarde, aventou a possibilidade de expandir o projeto para todo o continente da América do Sul.

“No casamento você ganha de um lado e perde de outro. Às vezes você quer ver o Botafogo jogar e não consegue levar sua esposa ao shopping. Mas, como em todo casamento, você ganha mais do que perde. A moeda é um deles. Temos muito mais a ganhar do que a perder. Acredito que isso nos dá uma trava em algumas aventuras socialistas que aconteceram por aqui”, disse.

A fala se deu como resposta às críticas do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), à proposta. “Será? Vai desvalorizar o real? O dólar valendo R$ 6,00? Inflação voltando? Espero que não”, tuitou o parlamentar.

A unificação das moedas do Brasil e da Argentina é uma ideia que já chegou a ser aventada nos anos 90. É quase unanimidade entre os especialistas em economia que a proposta é ainda algo muito remoto, uma vez que seria preciso equiparar os indicadores macroeconômicos dos dois países, que atualmente são completamente distintos.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum