Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
04 de dezembro de 2019, 20h18

Três dias depois, Moro diz que “aparentemente” houve erro da PM em Paraisópolis

“Aparentemente, houve lá um excesso, um erro operacional grave, que resultou na morte de algumas pessoas”, declarou o ministro da Justiça, ressaltando que a Polícia Militar é uma “corporação de qualidade”

Foto: Valter Campanato / Agência Brasil

Depois de três dias do massacre de Paraisópolis, no qual uma ação criminosa da Polícia Militar (PM) provocou a morte de nove jovens, o ministro da Justiça, Sérgio Moro, por incrível que pareça, resolveu comentar o assunto. Ele disse que “aparentemente” houve erro grave da PM, uma “corporação de qualidade”.

“Aparentemente, houve lá um excesso, um erro operacional grave, que resultou na morte de algumas pessoas”, declarou, ressaltando que a Polícia Militar é uma “corporação de qualidade”.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

A afirmação de Moro ocorreu durante um evento organizado pelos jornais O Globo e Valor Econômico. O ex-juiz defendeu a proposta de excludente de ilicitude, que dificulta a punição para militares durante ações.

”Incidente”

Em abril, Moro, em entrevista, considerou como um “incidente” o fuzilamento por soldados do Exército da família do músico Evaldo do Santos Rosa, em Guadalupe, no Rio de Janeiro.

“Foi um incidente bastante trágico. O que eu vi, porém, é que o Exército já tomou as providências cabíveis”, disse.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum