Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
17 de Maio de 2018, 14h30

TRF-4 nega último recurso a Zé Dirceu e ele pode ser preso a qualquer momento

A corte negou o recurso e determinou a imediata comunicação ao juiz Sergio Moro para a execução provisória da pena

O último recurso previsto para o ex-ministro José Dirceu na segunda instância foi negado pelo TRF-4 na tarde desta quinta-feira (17). A corte também determinou a imediata comunicação ao juiz Sergio Moro para a execução provisória da pena.

Dirceu ainda pode recorrer a instâncias superiores. O julgamento desta quinta (17) foi realizado pela 4ª seção do tribunal, formada por três juízes da 7ª turma e outros três da 8ª turma (que julgam os processos da Lava Jato na segunda instância).

O ex-ministro chegou a ser preso preventivamente em agosto de 2015, com a deflagração da 17ª fase da Lava Jato, mas teve habeas corpus concedido pelo STF (Supremo Tribunal Federal) em maio de 2017. Ele é acusado de ter recebido R$ 12 milhões em propina da Engevix por meio de contratos superfaturados com a Petrobras.

Dirceu foi condenado a 30 anos e nove meses de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa. A sua pena é a segunda mais alta dentro da Lava Jato até o momento. A primeira é a que foi aplicada a Renato Duque: 43 anos de prisão.

No dia 19 de abril, a corte já havia julgado os embargos infringentes, interpostos quando há alguma divergência entre os juízes na sentença, buscando a manutenção da pena mais benéfica para o réu. Na ocasião, o TRF-4 também decidiu manter a pena estipulada em setembro de 2017.

Com informações da Folha e do G1

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum