quarta-feira, 23 set 2020
Publicidade

“Uma espécie de miliciano de toga”, diz Haddad sobre Sérgio Moro

Durante encontro da Executiva Nacional do PT nesta quinta-feira (14), o ex-ministro Fernando Haddad comentou sobre a prisão do ex-presidente Lula e disse que o ex-juiz federal Sérgio Moro atuou como um miliciano ao condenar Lula no caso do Triplex do Guarujá.

“A decisão que ele tomou (Lula) aquele dia (em que foi preso) não foi uma decisão pensando nele, mas em todos nós e no país. Não é brincadeira uma pessoa com 72 anos à época, que sabia que aquela decisão do Moro não tinha nada a ver, era uma decisão política do Moro, era um agente político, que é uma espécie de miliciano de toga porque o que ele faz é coisa de miliciano”, afirmou Haddad, segundo o UOL.

2020 e 2022

O ex-presidente Lula comentou sobre as perspectivas do PT para as próximas eleições e Haddad, que foi a aposta do PT nas disputa presidencial de 2018, aparece como possibilidade. “Eu posso subir a rampa em 2022 levando o Haddad, levando os outros companheiros. Mas o PT tem que ter em conta que o partido só cresce se ele disputa. O PT não nasceu para ser partido de apoio”, afirmou.

“Se o PT tiver um candidato à altura, o PT vai polarizar. O PT polarizou em 94, em 98, em 2002, em 2006, em 2010, em 2014, em 2018. E vai polarizar em 2022!”, disse também o ex-presidente, que foi ovacionado pelo público.
Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.