Universidade Mackenzie censurou debate com Boulos, mas recebeu Major Olímpio

Um grupo de alunos protestou, dizendo que a atitude é contrária a todas as diretrizes de uma universidade, mostrando a falta de democracia e liberdade de expressão presentes na instituição

A Universidade Presbiteriana Mackenzie, que censurou a presença de Guilherme Boulos (PSOL) em um debate sobre reforma da Previdência, que aconteceria em maio, realizou um evento semelhante na última terça-feira (8), em suas dependências, com o mesmo tema. O principal convidado, desta vez, foi o senador Major Olímpio (PSL).

Um grupo de alunos protestou, dizendo que a atitude é contrária a todas as diretrizes de uma universidade, mostrando a falta de democracia e liberdade de expressão presentes na instituição.

A Fórum entrou em contato com a assessoria de imprensa da universidade e até o fechamento da matéria não havia obtido retorno.

Resistência

Em maio, após a censura à participação de Boulos, ele, em vídeo veiculado nas redes sociais, deixou claro que o debate ocorreria, apesar da proibição: “Fomos informados que o reitor do Mackenzie determinou a proibição do nosso debate hoje na universidade. Gesto autoritário, de desrespeito à pluralidade. Não aceitaremos. O debate está mantido e vai ser na rua! Em frente ao Mackenzie. Vamos!”, declarou.

Foi o que ocorreu. Os estudantes do Mackenzie lotaram o debate sobre a reforma da Previdência com o professor e líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST).

O evento foi realizado no bar Fraternidade 211, que fica localizado próximo ao Mackenzie. Mais de 500 pessoas estiveram presentes e muitos não conseguiram entrar devido à lotação da casa.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR