O que o brasileiro pensa?
12 de fevereiro de 2020, 20h33

Valor ironiza Banco Central: “Selic pode subir, cair ou ficar parada”

Divisão interna no Copom deixa dúvidas sobre o que irá acontecer em matéria de política monetária

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Em reportagem publicada nesta quarta-feira (12) sobre o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, o jornalista Alex Ribeiro, do Valor Econômico, decidiu ironizar uma nota do órgão sobre a capacidade de reação da economia diante da política monetária.

Segundo a reportagem, os conselheiros do Copom não conseguem se entender para dar uma previsão sobre o que irá ocorrer nos próximos meses.

“Em tese, há espaço para cortar os juros, para mantê-los e até mesmo para subi-los mais cedo, se os piores receios da ala conservadora se confirmarem”, diz trecho da reportagem.

O texto aponta ainda que é comum que haja diferentes compreensões no órgão, mas que a mensagem foi bastante ambígua. “Não está totalmente claro o que é esse ‘esgotamento do modelo de alocação centralizada de capital’. Mas, dado o uso do vocabulário soviético de economia planejada e a inclinação liberal de boa parte dos membros do colegiado, é possível que se refira à influência que o governo teve na alocação de capital nos governos petistas, por meio do gasto público e políticas creditícias”, diz Ribeiro.

Em avaliação publicada na terça-feira (11), o Copom disse que “o atual estágio do ciclo econômico recomenda cautela na condução da política monetária”, dando margens para diferentes interpretações.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum