Fórumcast #20
03 de março de 2019, 10h45

Vaquinha de Olavo seria para pagar sonegação nos EUA; no Brasil, guru omitiu declarações de IR

No Facebook, Olavo disse que recebeu “uma cobrança monstruosa de despesas médicas e impostos, e vamos precisar desesperadamente da ajuda dos nossos amigos”. Eduardo Bolsonaro compartilhou o pedido de Olavo e pediu apoio na campanha

Reprodução/Youtube

O jornalista Gilberto Dimeinstein, do site Catraca Livre, informou pelo Twitter neste sábado (2) que a vaquinha feita por Olavo de Carvalho, guru do clã Bolsonaro, nas redes sociais seria para pagar impostos que ele teria sonegado nos Estados Unidos.

“Começa a surgir a verdade sobre as dívidas de Olavo de Carvalho. Ele sonegou impostos nos EUA. E a conta chegou salgada. Agora quer que seus seguidores paguem o calote. Socialismo às avessas”, tuitou Dimeinstein.

Em reportagem no Catraca Livre neste domingo (3), o jornalista ainda informou que a empresa que Olavo mantém no Brasil, a Olavo de Carvalho Produções, é classificada pela Receita Federal como inapta por omitir declarações de renda.

“Olavo de Carvalho não detalha quanto deve. Nem como chegou a dever para o governo americano e hospitais. Começa com a posição de vítima para sensibilizar os doadores: ‘acossados por uma rede internacional de caluniadores e difamadores, recebemos ainda uma cobrança monstruosa de despesas médicas e impostos’. O que tem a ver a “rede internacional de caluniadores” com as dívidas?”, indaga Dimeinstein.

Veja também:  Guru ultra-liberal aconselha governo Bolsonaro a "doar" empresas estatais

Apoio de Eduardo Bolsonaro
O “guru” da família Bolsonaro, Olavo de Carvalho, está em dificuldades financeiras e lançou uma campanha nas redes sociais para levantar recursos com apoiadores.

Em sua página no Facebook, o astrólogo, que mora nos Estados Unidos, disse que recebeu “uma cobrança monstruosa de despesas médicas e impostos, e vamos precisar desesperadamente da ajuda dos nossos amigos”.

Em retribuição aos colaboradores, ele oferece livros autografados e “profunda gratidão”.

Eduardo Bolsonaro (PSL), deputado e filho do presidente, compartilhou o pedido de Olavo e pediu apoio na campanha.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum