Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
14 de junho de 2019, 23h25

VAZA JATO: MPF monitorava imprensa e Twitter para saber como atuar

O procurador Deltan Dallagnol pedia a assessores do MPF que monitorassem a repercussão na mídia tradicional, alternativa e no Twitter para definir atuação

(Fernando Frazão/Agência Brasil)

A sexta parte da divulgação dos vazamentos obtidos pelo The Intercept Brasil evidenciou uma atuação dos promotores do MPF de acordo com a repercussão nas mídias, seja na imprensa tradicional, na mídia alternativa ou no Twitter.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

Em mensagem enviada a grupo chamado “Análise de Clipping”, o procurador Deltan Dallagnol pediu aos assessores do MPF que monitorassem a repercussão do depoimento de Lula para definir a atuação.

Deltan – 23:05:51 – Caros, mantenham avaliando a repercussão de hora em hora, sempre que possível, em especial verificando se está sendo positiva ou negativa e se a mídia está explorando as contradições e evasivas. As razões para eventual manifestação são: a) contrabalancear as manifestações da defesa. Vejo com normalidade fazer isso. Nos outros casos não houve isso. b) tirar um pouco o foco do juiz que foi capa das revistas de modo inadequado.

Um dos assessores teria reclamado do monitoramento “de hora em hora” e Deltan reafirmaria o pedido dizendo ser para “horários normais”.

Assessor 1 – 23:11:30 – de hora em hora não, dr Deltan! tenho insônia, mas acho que não teremos nenhuma grande novidade na madrugada… rs
Deltan – 23:11:36 – Kkkkk
Deltan – 23:11:47 – Digo em horários “normais” rs
Deltan – 23:11:59 – Pq se precisarmos produzir algo, pode tomar tempo
Assessor 1 – 23:13:57 – ah, bom… rsrs acho que as edições de amanhã já darão um bom panorama. precisamos “monitorar” a defesa, comunicados, entrevistas deles…
Assessor 1 – 23:14:42 – o que inclui acompanhar a “mídia independente”.

Uma série de links, então, passa a aparecer nas conversas. Após a divulgação da nota, contas de Twitter também começam a ser mencionadas, além de matérias publicadas em sites da imprensa tradicional ou alternativa:

Assessor 1 – 16:06:21 – repercussão do interrogatório nas redes sociais:
Assessor 1 – 16:06:37 – O depoimento realizado pelo ex-presidente, Lula, ao juiz, Sergio Moro, na tarde de ontem (10) repercutiu nas redes sociais. Usuários do Twitter criticaram a postura do juiz e do MPF, afirmando que, após o depoimento divulgado, não existem provas concretas contra o ex-presiente. Mídias: Twitter (@silviosaba) (@ruipalanque) (@fioreze2014) (@DharioDahnuel) (@PatoCorporation) (@ StellaMendonca) (@ToniBulhoes) (@AdrianoArgolo) (@jonasmelloshow) (@miriamborba) (@OlivettiFelipe) (@ blogdogarotinho).
Assessor 1 – 16:06:48 – Segundo blog, Deltan Dallagnol demole a falácia de que Lula foi denunciado “sem provas”; “Sem provas consistentes, nós não teríamos feito a acusação criminal oferecida contra ele. Aliás, mais de uma”, afirmou o procurador. Mídias: Twitter (@implicante_org) (@jonasmelloshow) / Blog (Implicante).
Assessor 1 – 16:07:06 – Em depoimento prestado na tarde de ontem (10), o ex-presidente, Lula, critica a atuação do Ministério Público e de Moro na Lava Jato. Lula disse ao juiz para considerar o processo ilegítimo e classificou a denúncia elaborada pelos procuradores como uma “farsa”. Disse ainda que a denúncia do MPF foi baseada em denúncias publicadas pela imprensa, além de ter se exaltado em resposta a um procurador. Mídias: Facebook (Época) (Congresso em Foco) (O Globo) (VEJA) (Jornal GGN) (Stanley Burburinho) / Twitter (@ReuterBrazil) (@UOLNoticias) (@congemfoco) (@radaronline) (@Blogdojosias) (@JornalGGN) (@ stanleyburburin) (@luisnassif ) (@reinaldoazevedo) (@diogomainardi) / Blog (Radar On-Line) (Jornal GGN) (Reinaldo Azevedo) (O Antagonista).
Assessor 1 – 16:07:20 – Durante o depoimento prestado pelo ex-presidente, Lula, o procurador Roberson Pozzobon, do MPF, se referiu ao ex-presidente como “Sr. Luiz Inácio”. O advogado de Lula reclamou afirmando que ‘Senhor Luiz Inácio’ não era uma forma adequada de se referir a um ex-presidente da República. O juiz interviu dizendo que não houve intenção de ofensa pela parte do MPF, mas que o procurador se reportasse ao réu como “Sr. Ex-Presidente”. Mídias: Facebook (Brasil 247) / Twitter (@brasil247) (@BlogOlhoNaMira) (@reinaldoazevedo) / Blog (Reinaldo Azevedo).
Assessor 1 – 16:07:42 – Em entrevista ao Estadão, o procurador da República, Carlos Fernando dos Santos Lima, disse que é “triste” que o ex-presidente, Lula, tenha atribuído à sua mulher, dona Marisa Letícia, a intenção de adquirir o triplex em Guarujá, em seu depoimento. O procurador afirmou que o MPF vai pedir mais diligências antes das alegações finais no processo. Mídias: Facebook (Estadão) / Twitter (@estadao) (@reinaldoazevedo) (@teresinhalopes) / Blog (Reinaldo Azevedo) (Fausto Macedo).

Para ver o conteúdo completo, acesse a reportagem do The Intercept Brasil.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum