Fórumcast, o podcast da Fórum
06 de agosto de 2019, 20h27

Defensor da Lava Jato e citado em depoimentos, Álvaro Dias é protegido pela operação

Apesar de ter sido mencionado como beneficiário de propinas, o senador jamais foi oficialmente investigado pela força-tarefa

Foto: Reprodução

O senador Álvaro Dias (Podemos-PR), um dos principais defensores da Lava Jato, teve seu nome mencionado como beneficiário de propinas, em duas situações apuradas pela operação. No entanto, Dias nunca foi oficialmente investigado pela força-tarefa.

A Procuradoria-Geral da República (PGR), responsável por investigar parlamentares com foro privilegiado, afirmou que não tem apurações sobre Dias.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

O Ministério Público Federal (MPF) do Paraná disse que não comenta inquéritos que possam ter passado pelo órgão. A Polícia Federal (PF) de São Paulo, por sua vez, que trabalhou em um caso no qual o senador foi citado, afirmou que jamais investigou Dias, de acordo com reportagem de Constança Rezende, Jamil Chade e Vinicius Konchinski, do UOL.

A matéria diz, também, que Dias tem se dedicado a denunciar o que ele chama de “tentativas de dinamitar a Lava Jato”. Essas tentativas, de acordo com o senador, estão ligadas à publicação de diálogos mantidos entre o ex-juiz Sergio Moro e procuradores da Lava Jato de Curitiba, especialmente Deltan Dallagnol, pelo site The Intercept Brasil, em parceria com outros veículos.

Petrobras

Em depoimentos já efetuados, Moro e os procuradores tomaram conhecimento da participação de Dias em negociações para obstruir duas comissões de inquérito abertas no Congresso para apuração de crimes na Petrobras e relacionados ao bicheiro Carlinhos Cachoeira. A participação do senador, contudo, nunca foi apurada.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum