Fórum Educação
06 de agosto de 2019, 20h27

Defensor da Lava Jato e citado em depoimentos, Álvaro Dias é protegido pela operação

Apesar de ter sido mencionado como beneficiário de propinas, o senador jamais foi oficialmente investigado pela força-tarefa

Foto: Reprodução

O senador Álvaro Dias (Podemos-PR), um dos principais defensores da Lava Jato, teve seu nome mencionado como beneficiário de propinas, em duas situações apuradas pela operação. No entanto, Dias nunca foi oficialmente investigado pela força-tarefa.

A Procuradoria-Geral da República (PGR), responsável por investigar parlamentares com foro privilegiado, afirmou que não tem apurações sobre Dias.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

O Ministério Público Federal (MPF) do Paraná disse que não comenta inquéritos que possam ter passado pelo órgão. A Polícia Federal (PF) de São Paulo, por sua vez, que trabalhou em um caso no qual o senador foi citado, afirmou que jamais investigou Dias, de acordo com reportagem de Constança Rezende, Jamil Chade e Vinicius Konchinski, do UOL.

A matéria diz, também, que Dias tem se dedicado a denunciar o que ele chama de “tentativas de dinamitar a Lava Jato”. Essas tentativas, de acordo com o senador, estão ligadas à publicação de diálogos mantidos entre o ex-juiz Sergio Moro e procuradores da Lava Jato de Curitiba, especialmente Deltan Dallagnol, pelo site The Intercept Brasil, em parceria com outros veículos.

Petrobras

Em depoimentos já efetuados, Moro e os procuradores tomaram conhecimento da participação de Dias em negociações para obstruir duas comissões de inquérito abertas no Congresso para apuração de crimes na Petrobras e relacionados ao bicheiro Carlinhos Cachoeira. A participação do senador, contudo, nunca foi apurada.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum