#Fórumcast, o podcast da Fórum
03 de julho de 2019, 18h53

Entidades que atuam no campo jurídico vão à ONU denunciar violações da Lava Jato

Documento foi entregue ao relator especial das Nações Unidas sobre a independência judicial dos magistrados e advogados, Diego García-Sayán

Diego García-Sayán - Foto: Reprodução/YouTube

Oito entidades brasileiras que atuam no campo jurídico denunciaram o que chamaram de uma “série de violações cometidas no âmbito da Operação Lava Jato”. O documento foi entregue ao relator especial das Nações Unidas sobre a independência judicial dos magistrados e advogados, Diego García-Sayán.

As organizações mencionam as matérias jornalísticas veiculadas no início de junho pelo site The Intercept Brasil, que mostram diálogos altamente comprometedores entre o então juiz Sérgio Moro e os procuradores da Lava Jato.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

Em entrevista à Sputnik Brasil, Valdete Severo, representante da Associação Juízes para a Democracia (AJD), uma das signatárias do documento, afirma que o atual ministro da Justiça feriu o princípio da independência judicial.

Independência judicial

“No âmbito da Operação Lava Jato nós tivemos processos penais deflagrados que foram comprometidos e parciais em que o juiz da causa, que hoje é o ministro da Justiça Sergio Moro, auxiliou, orientou, determinou atos da acusação. Isso é uma quebra da independência judicial que não pode ser tolerada porque rompe com o parâmetro mínimo de um Estado democrático”, declara.

Além da Associação Juízes para Democracia (AJD), o documento é assinado pela Articulação Justiça e Direitos Humanos (JusDh), a Associação Latino-americana dos Juízes do Trabalho (ALJT), a Terra de Direitos, o Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc), a Justiça Global, o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) e o Centro Dom Helder Câmara de Estudos e Ação Social (Cendhec).


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum