Fórumcast #19
12 de agosto de 2019, 10h09

“Foi o tom do meu último peido”, diz Dallagnol em mensagem vazada

Procurador trocou a palavra "pedido" por "peido" em conversas da Vaza Jato e não foi perdoado nas redes sociais

Foto: Reprodução/YouTube

Um erro de digitação em uma das mensagens do procurador Deltan Dallagnol viralizou nas redes sociais. Nela, ao invés de “pedido”, Deltan escreve e manda “foi o tom do meu último peido” para uma ex-integrante da Lava Jato na Procuradoria-Geral da República.

Trecho das conversas trocadas entre Dallagnol e uma ex-procuradora da força-tarefa da Lava Jato.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

As mensagens foram divulgadas em nova reportagem publicada na madrugada desta segunda-feira (12) no site The Intercept, que revela diálogos de Dallagnol com outros procuradores e assessores para buscar meios de pressionar o Supremo Tribunal Federal (STF) e o legislativo para beneficiar pautas e ações da Lava Jato. As mensagens entre Deltan e demais procuradores foram trocadas na época em que o Brasil vivenciava a tragédia causada pela morte do ministro Teori Zavascki.

Investido da fama obtida com a operação, o procurador se dividia entre a criação de Power Points para explicar as ações da força-tarefa e municiar grupos de direita e sites aliados com informações para insuflar campanhas de ódio contra aqueles que considerava inimigo nas ruas e redes sociais.

Veja também:  Bolsonaro: Novo PGR não poderá ser "xiita ambiental" ou "supervalorizar" minorias

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum