Fórumcast, o podcast da Fórum
12 de agosto de 2019, 12h21

Glenn critica Vem pra Rua por fazer campanha para Dallagnol na PGR

O grupo de direita era um dos municiados por Deltan Dallagnol para pressionar o STF e o governo de modo a alcançar fins políticos

Foto: Arquivo/MPF

O movimento Vem pra Rua, grupo de direita criado em 2014, mesmo após as denúncias de ser municiado clandestinamente por Deltan Dallagnol, está fazendo campanha nas redes sociais para que o presidente Jair Bolsonaro escolha o procurador para a Procuradoria-Geral da República (PGR).

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

Nas postagens, o grupo diz, em tom irônico, que “só quem deve muito na praça (e tem medo de ser pego) tem medo de Deltan na PGR”, também incluindo a hashtag #DeltanNaPGR. No Twitter, o jornalista do The Intercept, Glenn Greenwald, responsável pelas reportagens que denunciaram as práticas ilegais de Dallagnol, comenta as campanhas do Vem pra Rua: “Lava Jato era, e ainda é, uma operação principalmente política, não legal”.

Além do Vem pra Rua, as novas conversas divulgadas pelo Intercept mostram que Dallagnol e a força-tarefa da Lava Jato também usaram o Instituto Mude e sites aliados como lobistas para pressionar o Supremo Tribunal Federal (STF) e o governo sobre o substituto de Teori Zavascki na relatoria da Lava Jato e no julgamento de ação sobre o ex-presidente Lula.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum