#Fórumcast, o podcast da Fórum
18 de outubro de 2019, 09h57

Glenn diz que Moro e Lava Jato usavam lei “para fazer suas conspirações políticas”

"A lei era apenas uma ferramenta - uma máscara, um pretexto - para fazer suas conspirações políticas", tuitou Glenn sobre Moro e a Lava Jato após divulgação de nova reportagem da Vaza Jato que mostra que procuradores blindaram Temer no golpe contra Dilma em 2016

Glenn Greenwald, Moro e Bolsonaro (Montagem)

O jornalista Glenn Greenwald, editor do site The Intercept, afirmou pelo Twitter nesta sexta-feira (18) que o ministro da Justiça e ex-juiz, Sergio Moro, e os procuradores da Lava Jato usavam a lei como ferramenta para fazer suas aspirações políticas.

“Moro e LJ: sempre a política em primeiro lugar (da direita), com vontade de violar leis e regras éticas para atingir esses objetivos políticos. A lei era apenas uma ferramenta – uma máscara, um pretexto – para fazer suas conspirações políticas”, tuitou Glenn.

Reportagem da série Vaza Jato, publicada nesta sexta-feira (18) pelo El País em parceria com o The Intercept, revela que a Operação Lava Jato protegeu o então vice Michel Temer para manter o golpe contra a ex-presidenta Dilma Rousseff em andamento em 2016.

Apenas duas semanas antes da data de afastamento de Dilma, em abril de 2016, os procuradores receberam um “anexo-bomba” contra Temer, mas escolheram rejeitar a proposta de delação que poderia levá-lo a uma condenação por corrupção.

No entanto, três anos depois, em março de 2019, a Lava Jato utilizou essa mesma delação para mover uma ação penal contra o ex-presidente e pedir sua prisão preventiva.

Juiz da Lava Jato à época, Moro assumiu o Ministério da Justiça de Jair Bolsonaro após acordo feito ainda durante as eleições 2018, quando o então magistrado liberou áudios do ex-ministro Antônio Palocci às vésperas do primeiro turno.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum