#Fórumcast, o podcast da Fórum
05 de julho de 2019, 13h06

Haddad: “Pelo jeito o Papa recebeu a Veja em primeira mão”

O ex-candidato presidencial do PT também lançou uma indireta a Moro: "quem negocia a verdade não pode ser juiz, nem ministro da Justiça", em clara alusão ao atual ocupante do cargo ministerial, que foi o magistrado que condenou Lula pelo caso do triplex, em 2017.

O ex-candidato presidencial do PT em 2018, Fernando Haddad, publicou nesta sexta-feira (5), um tuíte em que não cita Sergio Moro, mas deixa bem claro que é ele o alvo do seu comentário.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“Quem negocia a verdade não pode ser juiz, nem ministro da Justiça”, afirma a mensagem do também ex-prefeito de São Paulo, em clara alusão ao atual ocupante do cargo ministerial, que foi o magistrado que condenou Lula pelo caso do triplex, em 2017.

Mas o tuíte de Haddad também traz uma observação, na qual cita o Papa Francisco para ironizar a nova revelação da série de reportagens da Vaza Jato sobre a atuação de Moro no caso: “pelo jeito, o Papa recebeu a Veja em primeira mão”.

O comentário faz referência a um vídeo publicado nesta quinta-feira (4) pelas contas da Santa Sé nas redes sociais, onde o próprio Francisco afirma que “Os juízes devem seguir o exemplo de Jesus, que nunca negocia a verdade. Rezemos para que todos aqueles que administram a justiça operem com integridade e para que a injustiça que atravessa o mundo não tenha a última palavra”. O curioso do vídeo é que as palavras do pontífice são acompanhadas por imagens de uma dramatização, onde um réu que é acusado de receber um apartamento de luxo que não é seu.

Renato Rovai, editor da Revista Fórum, comenta no vídeo abaixo essa nova reportagem da parceria The Intercept e Veja. Assista:


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum