Jean Wyllys lacra pra cima de Moro após Vaza Jato revelar elo entre Lava Jato e FBI: “Sabujo abjeto”

Na publicação, Wyllys compartilha um tuíte em que Moro ironiza declaração de Lula, que diz ter certeza que o processo que resultou no impedimento de entrar na disputa eleitoral "nasceu dentro do Departamento de Justiça dos Estados Unidos"

O professor e ex-deputado federal Jean Wyllys lacrou em cima do ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, na manhã desta quarta-feira (1º) após reportagem da vaza jato, publicada pelo The Intercept e a Agência Pública, revelar elo entre procuradores da Lava Jato e o FBI.

Leia também: Vaza Jato: “Vimos presidentes derrubados no Brasil”, diz agente do FBI que tinha “total conhecimento” da Lava Jato

“Pra quem disse que iria “ignorar” Lula, o ex-juiz e ex-ministro de Bolsonaro imoral e ignorante segue mostrando que não sabe o que significa ignorar e se mostra um sabujo abjeto dos interesses dos EUA na América Latina. Traíra cafona!”, tuitou Wyllys.

Na publicação, o ex-deputado compartilha um tuíte de Moro ironizando uma reportagem sobre Lula na revista Crusoé, ligada ao site O Antagonista – porta-voz da Lava Jato – onde é colunista.

No tuíte, o ex-juiz da Lava Jato indaga se alguém “realmente sério” acredita que “a culpa é do Departamento de Justiça dos EUA, da CIA ou do FBI quando alguns líderes latino-americanos são surpreendidos em casos de suborno”.

O texto faz referência a uma declaração de Lula, que em conversa com o presidente argentino Alberto Fernandez diz ter certeza que a tentativa de destruição de sua imagem e o impedimento de concorrer às eleições de 2018 “é uma coisa que nasceu dentro do Departamento de Justiça dos Estados Unidos”.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.