#Fórumcast, o podcast da Fórum
11 de julho de 2019, 20h34

Pedido da Rede ao STF sobre investigação contra Greenwald será analisado por Gilmar Mendes

O pedido foi apresentado pelo partido Rede Sustentabilidade, e diz respeito aos rumores sobre a suposta investigação da PF e do Coaf ao jornalista do The Intercept Brasil como represália às revelações da Vaza Jato, os quais Moro não foi capaz de desmentir nem em sua passagem pelo Congresso, nem nos dias posteriores

Foto: EBC

O sorteio do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o pedido da Rede Sustentabilidade a respeito da possível investigação da Polícia Federal e do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) contra o jornalista Glenn Greenwald indicou que o ministro responsável por analisá-lo será Gilmar Mendes.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

No pedido, a Rede solicita a imediata suspensão de qualquer tipo de procedimento contra Greenwald que seja baseado na série de reportagens Vaza Jato, publicada pelo The Intercept Brasil, que revela irregularidades do então juiz Sérgio Moro (hoje ministro da Justiça) e dos procuradores da operação Lava Jato.

Leia também
TCU já acredita que investigação sobre Glenn é um blefe para pressionar o jornalista

Os rumores sobre a suposta investigação nunca foram claramente desmentidas pelo juiz, nem durante a visita ao Congresso nem nos dias posteriores. Por sua vez, o Coaf emitiu nota que o grupo de advogados que apoia Greenwald considerou “evasiva”.

Segundo o texto do pedido da Rede, a investigação ao jornalista estadunidense, se confirmada, “configuraria clara retaliação e um ataque à liberdade de imprensa”.

Também existe um requerimento do TCU (Tribunal de Contas da União) para que o Coaf e o ministro da Economia, Paulo Guedes (responsável pelo órgão controlador) esclareçam a situação.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum