Fórumcast, o podcast da Fórum
17 de setembro de 2019, 17h03

Procuradora que queria impeachment Gilmar Mendes escalou time para o STF: Moro, Bretas, Carvalhosa e Janaína Paschoal

Thaméa Danelon, exposta pela Vaza Jato ajudando o advogado conservador Modesto Carvalhosa em texto do impeachment de Gilmar Mendes, sonhava em vê-lo ao lado de Moro no Supremo

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

A procuradora Thaméa Danelon, que apareceu nas últimas revelações da Vaza Jato colaborando ilegalmente com o advogado Modesto Carvalhosa na redação de pedido de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STG), Gilmar Mendes, fez um postagem no Twitter no dia 2 de setembro deste ano “escalando” seu STF ideal, com Carvalhosa, o ministro da Justiça, Sérgio Moro, o juiz federal Marcelo Bretas e a deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP).

“Imaginem um STF com os seguintes integrantes: Dr. Sérgio Moro, Dr. Marcelo Bretas, Dra. Janaína Paschoal e o Prof. Dr. Modesto Carvalhosa. Com certeza teríamos um outro Brasil”, publicou a procuradora do MPF em sua rede social.

Em mensagem enviada ao procurador Deltan Dallagnol, coodenador da Operação Lava Jato, revelada pelo colunista Reinaldo Azevedo, Danelon comenta que o advogado conservador entrou em contato para pedir para ela “minutar” o texto do impeachment de Mendes. “O Professor Carvalhosa [Modesto Carvalhosa, advogado] vai arguir o impeachment de Gilmar. Ele pediu para eu minutar para ele”, disse a procuradora. Dallagnol comemorou e ainda sugeriu que poderia atuar na revisão.

A atuação seria ilegal porque a procuradora da República, funcionária da União, “passa, na prática e por baixo dos panos, a atuar a serviço de um advogado”, segundo Azevedo. Danelon é cogitada pelo novo PGR, Augusto Aras, para coordenar a Lava Jato nacionalmente durante seu mandato.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum