Fórumcast, o podcast da Fórum
22 de agosto de 2019, 09h13

Profecia de Lula se realiza e Dallagnol só dorme a base de remédios

Longe de ser qualquer tipo de guru, de dentro da prisão política que lhe foi imposta na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, a capital da República de Dallagnol e Sergio Moro, o ex-presidente tem feito "previsões" certeiras sobre o cenário pós golpe

A profecia de Lula sobre Dallagnol (Reprodução)

Mais uma “profecia” do ex-presidente Lula sobre o cenário político se cumpre: o procurador Deltan Dallagnol, chefe da Lava Jato, está enfrentando problemas de insônia e só dorme a base de remédios.

Longe de ser qualquer tipo de guru, de dentro da prisão política que lhe foi imposta na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, a capital da República de Dallagnol e Sergio Moro, o ex-presidente tem feito “previsões” certeiras sobre o cenário pós-golpe e, em abril deste ano, disse ter certeza que, sem a “consciência tranquila”, o procurador e o ex-juiz que o encarceraram não dormiriam.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

“Eu tenho certeza de que durmo todo dia com a minha consciência tranquila. E tenho certeza de que o Dallagnol não dorme, que o [ministro da Justiça e ex-juiz Sergio] Moro não dorme”, disse Lula, na entrevista a Florestan Fernandes Junior, do El País, e Monica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

Nesta quinta-feira (22), a coluna da jornalista Bela Megale, no jornal O Globo, comprova a consciência pesada de Dallagnol após as reportagens da Vaza Jato, dizendo que o procurador tem confidenciado a amigos que só consegue dormir a base de remédios.

Bela cita que as consequências das conversas divulgadas pelo site The Intercept com a Vaza Jato têm atordoado o procurador, que surfou durante anos na fama obtida pela Lava Jato.

“Na semana passada, o Conselho Nacional no Ministério Público (CNMP) desarquivou uma reclamação disciplinar contra Deltan e seu colega, Roberto Pozzobon, devido aos diálogos revelados pelo site The Intercept. Ainda há outras representações contra o investigador que serão analisadas. Os processos podem culminar no afastamento do chefe da Operação Lava-Jato”, diz a nota.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum