Fórumcast, o podcast da Fórum
15 de julho de 2019, 21h35

Toffoli quer que Moro e Polícia Federal digam se há investigação contra Glenn

A PF, subordinada a Moro, teria pedido ao Coaf um relatório das atividades financeiras do editor do The Intercept

Foto: Agência Brasil

O ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), solicitou informações a Sérgio Moro, ministro da Justiça, e à Polícia Federal (PF), sobre se o jornalista Glenn Greenwald está sendo investigado.

Toffoli despachou em ação apresentada pela Rede Sustentabilidade, com o objetivo de suspender procedimentos que possam ter sido abertos contra o editor do site The Intercept Brasil. Toffoli deu prazo de cinco dias para que Moro e PF respondam.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

The Intercept Brasil divulgou inúmeras trocas de mensagens comprometedoras do ex-juiz Moro e procuradores da força-tarefa da Lava jato, especialmente Deltan Dallagnol.

A PF, subordinada a Moro, teria pedido ao Conselho de Controle de Atividades Financeira (Coaf) um relatório das atividades financeiras de Glenn. Até agora, ninguém confirmou ou desmentiu.

O relator da ação da Rede é o ministro Gilmar Mendes. No entanto, o STF está de recesso em julho. Dessa forma, cabe ao presidente da Corte decidir o que for mais urgente.

Veja também:  Glenn Greenwald dispara contra Witzel: "Verdadeiro e literal sociopata"

Depois de receber as explicações devidas, Toffoli quer que a Advocacia-Geral da União (AGU) e a Procuradora-Geral da República (PGR) se manifestem sobre o caso em três dias.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum