Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
15 de julho de 2019, 21h35

Toffoli quer que Moro e Polícia Federal digam se há investigação contra Glenn

A PF, subordinada a Moro, teria pedido ao Coaf um relatório das atividades financeiras do editor do The Intercept

Foto: Agência Brasil

O ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), solicitou informações a Sérgio Moro, ministro da Justiça, e à Polícia Federal (PF), sobre se o jornalista Glenn Greenwald está sendo investigado.

Toffoli despachou em ação apresentada pela Rede Sustentabilidade, com o objetivo de suspender procedimentos que possam ter sido abertos contra o editor do site The Intercept Brasil. Toffoli deu prazo de cinco dias para que Moro e PF respondam.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

The Intercept Brasil divulgou inúmeras trocas de mensagens comprometedoras do ex-juiz Moro e procuradores da força-tarefa da Lava jato, especialmente Deltan Dallagnol.

A PF, subordinada a Moro, teria pedido ao Conselho de Controle de Atividades Financeira (Coaf) um relatório das atividades financeiras de Glenn. Até agora, ninguém confirmou ou desmentiu.

O relator da ação da Rede é o ministro Gilmar Mendes. No entanto, o STF está de recesso em julho. Dessa forma, cabe ao presidente da Corte decidir o que for mais urgente.

Depois de receber as explicações devidas, Toffoli quer que a Advocacia-Geral da União (AGU) e a Procuradora-Geral da República (PGR) se manifestem sobre o caso em três dias.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum