Fórum Educação
20 de fevereiro de 2020, 20h22

Vereador bolsonarista liderou motim que terminou com Cid Gomes baleado

Sargento Ailton defendeu os disparos feitos contra o senador, que segundo ele estava "sob efeito de algo"

Reprodução/Facebook

Sargento Ailton, vereador do Podemos em Sobral (CE), foi um dos líderes do motim no qual o senador Cid Gomes (PDT-CE) acabou sendo baleado. Ailton foi candidato a deputado estadual, fez campanha para Jair Bolsonaro nas eleições de 2018 e é próximo do ex-deputado Cabo Sabino, flagrado pagando mulheres para “reforçar” o ato.

Em vídeo publicado na quarta-feira (20) em suas redes sociais, Aílton afirma que estava na “trincheira” do quartel e diz que Cid Gomes “atentou contra a vida de vários profissionais” e defende os disparos feitos pelos policiais contra o parlamentar.

“Se não houvesse um revide para cima, ele teria matado mais de 2, 3, 4 pessoas. Destempero total, parecia que estava sob influência de algo”, afirmou logo após defender a greve ilegal.

Na tarde desta quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro atendeu a um pedido do governador Camilo Santana (PT) e enviou tropas do exército para o Ceará em razão dos motins realizados pelos PMs.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum