No rastro do óleo do Nordeste
22 de setembro de 2019, 18h52

Vice-líder do governo Bolsonaro aprova agressão durante enterro da menina Agatha

Segundo o deputado, o PM, membro do MBL, teria sido atacado por uma multidão. Veja o vídeo e tire suas conclusões.

Reprodução/Youtube

O deputado federal Carlos Jordy, vice-líder do governo Bolsonaro no Congresso, usou as redes sociais para parabenizar o policial militar e integrante do MBL Gabriel Monteiro por ter, durante enterro da menina Agatha, agredido um jovem que foi cobrar os posicionamentos dele com relação às favelas. Jordy disse que o soco foi bem dado.

“Toda minha solidariedade ao meu amigo Gabriel Monteiro, que estava prestes a sofrer uma armadilha do líder da marcha das favelas. Ele foi muito paciente até. O soco foi bem dado”, declarou o deputado, que demorou cerca de 24h para comentar sobre a morte de Agatha e apenas alguns minutos para se solidarizar com o agressor. O presidente Jair Bolsonaro ainda não se pronunciou sobre a morte de Agatha.

A atitude de Monteiro, que é youtuber, gerou duras críticas nas redes sociais. O policial disse que uma “multidão” teria partido para cima dele e apedrejado o carro em que ele estava. No entanto, o vídeo publicado pelo PM mostra apenas duas pessoas e nenhum dano aparente no veículo.

“Editaram o vídeo, estão me colocando como agressor. Eles são sujos!!!!! Vejam o vídeo completo, sem edição. Jean Wyllys não perdeu tempo para dar RT. Conseguem entender como a esquerda manipula os fatos?!”, postou.

Veja abaixo o vídeo original e tire suas conclusões:

https://twitter.com/GMonteiroRJ/status/1175873566253965318

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum