Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
06 de junho de 2019, 19h13

Vice-líder do governo protocola projeto de lei batizado de “Neymar da Penha”

Deputado Carlos Jordy (PSL-RJ) protocolou projeto de lei chamado de "Neymar da Penha", que agrava a pena de denunciação caluniosa de crimes contra a dignidade sexual

O deputado Carlos Jordy, que não gostou do termo "gênero" no projeto (Reprodução/Câmara dos Deputados)

O deputado federal Carlos Jordy (PSL-RJ), vice-líder do governo na Câmara dos Deputados, apresentou na tarde desta quinta-feira (6) um projeto de lei que agrava a pena de denunciação caluniosa de crimes contra a dignidade sexual. Inspirado na acusação de estupro contra o jogador Neymar Jr., o projeto foi batizado de “Neymar da Penha”.

Em entrevista ao jornalista Gabriel Wainer, do portal Broadcast, Jordy defendeu o projeto. “Denunciações caluniosas já são graves e absurdas por si só, mas quando envolvem estupro, isso destrói a vida do acusado porque não existe crime mais abjeto do que esse. Isso deixa todo mundo indignado. Sem dúvida alguma, o momento atual foi determinante para que apresentássemos o PL”, disse o vice-líder do governo.

Pelo Twitter, o deputado comentou o fato do PL estar sendo batizado de “Neymar da Penha”, em referência à Lei Maria da Penha. “O PL 3369/19 está sendo batizado de lei Neymar da Penha. Independente do nome, serve para coibir condutas inconsequentes que podem prejudicar a vida de inocentes”, tuitou.

O projeto foi protocolado no mesmo dia da visita do presidente Jair Bolsonaro ao hospital em que o atacante da seleção brasileira foi internado.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum