Fórumcast, o podcast da Fórum
23 de julho de 2019, 06h43

Vídeo: Weintraub discute com indígenas e moradores de Santarém (PA) durante as férias

De férias em Santarém, pouco mais de três meses após tomar posse do cargo, o ministro da Educação recebeu um prato de kafta durante manifestação contra o governo

Foto: Engajamundo

De férias em Santarém (PA), pouco mais de três meses após tomar posse do cargo, o ministro da Educação Abraham Weintraub foi alvo de manifestação de indígenas e moradores locais contra o governo na noite desta segunda-feira (23). Em vídeo que circula na internet, o ministro discute com liderança indígena após receber um prato de kafta de um grupo de jovens.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Depois de receber do grupo Engajamundo o prato árabe, em referência à confusão em que trocou o nome de Franz Kafka com a iguaria, Weintraub reagiu e pegou o microfone de músicos que se apresentavam no local para dedicar críticas ao PT e defender o “contingenciamento” na educação. Foi respondido com vaias.

Um líder indígena, então pegou outro microfone e começou a rebater a fala do ministro e criticar a política ambiental do governo Bolsonaro, enquanto pessoas ao redor pessoas gritavam contra os cortes e chamavam o chefe do MEC de fascista. Com a baixa receptividade, Weintraub se retirou. Em comemoração, gritos de “Lula Livre” foram ouvidos.

Veja também:  Finlândia ameaça banir importação de carne brasileira em função de queimadas na Amazônia

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum