No rastro do óleo do Nordeste
07 de novembro de 2019, 18h44

Viúva da ditadura, Augusto Nunes nutre sua covardia na ideologia covarde de Bolsonaro

Augusto Nunes é covarde como Bolsonaro e toda sua trupe, que busca na força - de preferência armada - "argumentos" que não têm para debater de forma humana e civilizada quaisquer assuntos que afrontem suas posições extremistas e odientas

Augusto Nunes com Bolsonaro e o ditador João Figueiredo (Montagem)

Augusto Nunes sempre foi um covarde. “Carreirista”, como se diz no jargão jornalístico, toda a vida praticou o peleguismo, radicalizando posicionamentos dos patrões nos veículos por onde passou em busca de benesses na profissão.

Durante a Ditadura Militar também serviu de capacho para a limpeza dos pés e das barras dos agentes de repressão na redação da revista Veja.

E Nunes jazia na trôpega Veja antes de ser ressuscitado pelo culto a Jair Bolsonaro, assim como ele, viúva saudosa dos tempos da Ditadura.

Viu na adulação ao capitão uma forma de dar vazão a todo preconceito e ódio que reprimia desde os tempos em que os militares voltaram para a caserna.

Durante as eleições, Bolsonaro conseguiu que o ódio que carrega reverbera-se e dividisse mesmo as famílias – e não são poucas as que continuam divididas. Um ódio que transbordou e deixou toda a sociedade em fragmentos.

A agressão a Glenn Greenwald foi apenas a manifestação física da covardia que Augusto Nunes revela escondido seja atrás de ditadores ou das telas nas redes sociais.

Augusto Nunes é covarde como Bolsonaro e toda sua trupe, que busca na força – de preferência armada – “argumentos” que não têm para debater de forma humana e civilizada quaisquer assuntos que afrontem suas posições extremistas e odientas.

Augusto Nunes é covarde, sim! Assim como é covarde Bolsonaro e todos aqueles que compartilham da sua covarde ideologia.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum