O que o brasileiro pensa?
10 de junho de 2020, 10h46

“Você está ganhando uma fortuna”, diz Helder Barbalho a lobista que vendeu respiradores

STJ determinou o bloqueio de R$ 25 milhões do governador Helder Barbalho e de outros sete investigados por suposta fraude na compra de R$ 50,4 milhões em respiradores no Pará

Governador do Pará, Hélder Barbalho (Reprodução)

Diálogos que constam no processo que autorizou a busca e apreensão na casa do governador do Pará, Helder Barbalho (MPB), revelam intimidade do mandatário com André Felipe de Oliveira da Silva, lobista da SKN Importadora, que teria vendido respiradores ao Estado com suspeitas de superfaturamento de 86,6%.

“Nesta conversa, o governador Helder perde a paciência com André Felipe, demonstrando seu descontentamento pela não entrega dos ventiladores pulmonares no prazo estipulado, momento em que afirma: ‘vc está ganhando uma fortuna’”, diz o parecer que fundamentou a Operação Bellum, feito pela subprocuradora-geral, Lindôra Araújo, baseado em conversas extraídas do celular do lobista.

Segundo a procuradora, as negociações entre o governador Helder Barbalho e André Felipe “eram tão evidentes que, após as tratativas de aquisição dos aparelhos em discussão, André Felipe envia as seguintes mensagens para o governador: ‘Bom dia. Vc ficou de me enviar o contato para eu enviar o contrato e não recebi’- mensagem do dia 25 de março , data que o questionado decreto foi publicado. Pouco tempo depois, o governador pergunta: ‘Cadê a proposta?’ Em resposta: ‘enviando no início da tarde’”.

A pedido da PGR, o ministro Francisco Falcão, do Superior Tribunal de Justiça, determinou o bloqueio de R$ 25 milhões do governador Helder Barbalho e de outros sete investigados por suposta fraude na compra de R$ 50,4 milhões em respiradores no Pará.

Segundo a Polícia Federal, metade do valor total da compra foi pago de forma antecipada, mas os respiradores foram entregues com grande atraso, eram diferentes do modelo comprado e ‘inservíveis’ no tratamento no coronavírus. Os equipamentos acabaram sendo devolvidos.

Outro lado
Pelo Twitter, Barbalho disse que está “tranquilo” e à disposição para qualquer esclarecimento. “Agi a tempo de evitar danos ao erário público, já que os recursos foram devolvidos aos cofres do estado”, disse, em relação à devolução dos respiradores.

O governador ainda nega que seja “amigo” do empresário “e, obviamente, não sabia que os respiradores não funcionariam”. “or minha determinação o pagamento de outros equipamentos para a mesma empresa está bloqueado e o Governo entrou na justiça pleiteando indenização por danos morais coletivos contras os fornecedores”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum