Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
25 de dezembro de 2019, 21h04

Weintraub é ironizado após tentar justificar crítica a Bolsonaro

A "internet intermitente" de Weintraub não convenceu as redes sociais; veja a repercussão no Twitter

O ministro Abraham Weintraub - Foto: Reprodução/Twitter

O uso da “internet intermitente” por parte do ministro da Educação, Abraham Weintraub, para justificar a republicação de uma postagem do youtuber Nando Moura em que o presidente Jair Bolsonaro é chamado de “traidor” não convenceu as redes sociais. O chefe do MEC virou piada e foi bastante criticado nas redes sociais na noite desta quarta-feira (25).

“Estou em viagem, em um navio, com internet intermitente. Fico horas sem internet. Dei RT sem querer em um post. Evidentemente que foi um erro”, disse o ministro ao tentar se justificar após ser flagrado repostando mensagem que dizia que “Bolsonaro ao sancionar a emenda do FREIXO traiu não só o ministro Sérgio Moro mas TODO o povo brasileiro. Não existe mais nenhuma justiça neste país”.

A justificativa não colou e Weintraub logo virou meme. “Não fui eu, foi a internet intermitente”, ironizou o colunista Joel Pinheiro. “Ao menos no meu Twitter, para dar RT, é preciso clicar duas vezes, sendo a segunda delas para confirmar”, provocou o jornalista Guga Chacra.

O jornalista Guga Noblat destacou que o ministro é usuário assíduo das redes e não “poderia” cometer tal “deslize”. “Que Weintraub não saber conjugar o verbo “haver”, ok, ele já provou que não. Também comete erros básicos de português, é péssimo ao usar vírgulas, crase, hífen ou pontuações simples. Mas dizer que não sabe retuitar, justo a única coisa que ele fez nesse tempo de ministro’?”, disse.

Confira algumas reações:

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum