Fórum Educação
22 de março de 2020, 09h10

Weintraub mente sobre fornecer kits de alimentação às crianças durante quarentena nas escolas

Em nota, o Consed diz que a discussão está sendo mantida apenas entre os secretários estaduais de Educação, que acreditam que a "a forma mais efetiva e segura para que isso ocorra é por meio da utilização do cartão do Programa Bolsa Família"

Abraham Weintraub (Foto: Reprodução)

Em nota de esclarecimento divulgada neste sábado (21), o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) afirma que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, mentiu quando publicou nas redes sociais na sexta-feira (20) que estaria definindo, “com as secretarias municipais e estaduais de Educação”, o oferecimento de kits de alimentação às crianças durante a quarentena imposta às escolas por causa do coronavírus.

“Em resposta às notícias de que o governo federal estuda continuar oferecendo alimentação nas escolas de todo o país e da declaração do Ministro de Estado da Educação de que esta medida está sendo definida “com as secretarias municipais e estaduais de Educação”, o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) informa que nenhum diálogo foi estabelecido, até o presente momento, entre o MEC e o Consed a respeito do tema da alimentação escolar”, diz a nota do Consed.

No comunicado, o Consed diz que a discussão está sendo mantida apenas entre os secretários estaduais de Educação, que acreditam que a “a forma mais efetiva e segura para que isso ocorra é por meio da utilização do cartão do Programa Bolsa Família, conforme formalizado em expediente enviado pelo Consed ao MEC e ao FNDE (Ofício 36/2020), em 19 de março de 2020”.

“Tendo em vista esta posição, o Consed conclama o governo federal a
estabelecer diálogo com o colegiado dos secretários de Estado a fim de viabilizar esta alternativa, ao invés de apontar para saídas não apenas desalinhadas aos esforços dos Estados, mas também impraticáveis à luz dos decretos que Governadores de Estado assinaram recentemente impondo limites à circulação e à aglomeração de pessoas”, diz a nota.

Leia a nota do Consed na íntegra.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum