Fórumcast, o podcast da Fórum
20 de setembro de 2019, 20h56

Weintraub responde entrevista de Lula à Fórum

À Fórum, Lula criticou a política educacional do governo Bolsonaro e chamou o ministro da Educação de "ignorante e grosseiro"; Weintraub, para se defender, chamou o ex-presidente de "vagabundo"

Foto: Reprodução

Piadista oficial do governo Bolsonaro, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi ao Twitter na noite desta sexta-feira (20) para responder as críticas feitas pelo ex-presidente Lula em entrevista exclusiva à Fórum.

Ao criticar a política educacional do atual governo, Lula chamou Weintraub de “ignorante e grosseiro”. Em sua fala, Lula fez referência aos constantes erros de português e deslizes do ministro, bem como às suas piadas infames que já estão rendendo até mesmo processos. O ministro, como de costume, respondeu com ataques.

“Finalmente! O enjaulado apareceu! Agora que o ventríloquo se manifestou, vou responder. Já estava cansado de observar fantoches, marionetes e bonecos de pau tentarem ‘debater’ comigo. Vamos começar pelo básico: não faço negócios ou troco coisa alguma com criminosos”, postou e, na sequência, para dizer que não é grosseiro, como classificou Lula, chamou o ex-presidente de “vagabundo”.

“Não sou grosseiro! Vejam como me comporto (YouTube). Trato gente HONESTA com muito respeito. Trato todos por senhor ou senhora, senhorita, agradeço, peço desculpas, por mais humilde que a pessoa seja. Porém, vagabundos iguais a VOCÊ Lula, não têm moleza comigo!”, escreveu.

Analfabeto 

Na entrevista à Fórum, Lula chegou a dizer que o ministério da Educação é ocupado, atualmente, por um analfabeto. “Veja quanto de trilhões os Estados Unidos têm de financiamento de bolsa. Agora, aqui no Brasil eles tratam educação como gasto. E colocam um analfabeto para ser ministro da Educação. Não um analfabeto preparado como eu. Porque eu, sinceramente, não troco o meu diploma primário pelo diploma universitário daquele cidadão. Porque além de ser ignorante, ele é grosseiro”, disparou o ex-presidente.

As críticas não pararam por aí. “Um país que não trata a educação com respeito, um país que acha que investir numa universidade é gasto, investir em ensino universitário é prejuízo, que não pode investir em pesquisa, que não pode financiar bolsa. O que esse país vai ser? Veja se você conhece algum país do planeta Terra que cresceu e desenvolveu sem antes investir numa coisa chamada educação”, disparou.

Assista à íntegra da entrevista aqui.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum