Fórumcast, o podcast da Fórum
12 de setembro de 2019, 16h00

William De Lucca anuncia que deve ser candidato em 2020

O jornalista disse que se colocou à disposição para disputar uma vaga na Câmara de Vereadores de São Paulo buscando renovação, diversidade e reaproximação da população com a política

William de Lucca (Reprodução)

O jornalista e ativista William De Lucca anunciou por meio de seu Twitter, nesta quinta-feira (12), que colocou seu nome à disposição do PT para as eleições de 2020. Ele conta que foi convidado diversas vezes para apresentar-se como candidato à Câmara dos Vereadores e agora se entende pronto para tal empreitada.

“Sempre cobrei que nosso campo apresentasse novos quadros, que oxigenasse os debates. Em 2018, me filiei ao PT com Lula e, após muita reflexão e por pedido dos meus pares, anuncio que coloquei meu nome a disposição para a disputa ao cargo de vereador em São Paulo, em 2020”, declarou De Lucca.

Em longa sequência de tuítes, o jornalista destacou que a renovação é importante, mas não que deve acontecer nos marcos de uma “nova política” indefinida. “É preciso devolver a política para quem a faz efetivamente, as pessoas comuns que vivem os problemas da cidade e que se juntam para resolvê-los, de forma conjunta e colaborativa. É preciso aumentar a participação das pessoas, que elas entendam que todas as decisões impactam diretamente em suas vidas e que, por isso, elas precisam se mobilizar contra os ataques e fortalecer as conquistas. Não podemos mais terceirizar política para políticos profissionais.”, declarou.

De Lucca, que é ativista LGBT, também destacou a importância da diversidade nos cargos representativos. “É preciso também ocupar a política com a diversidade que vemos na sociedade. Por conta de injustiças no sistema, não somos representados por pessoas que se parecem com a gente. São poucos LGBT, negros, mulheres, pessoas com deficiência, indígenas em mandatos legislativos que defendam os direitos destes grupos e de toda a diversidade. Eleger mandatos diversos amplia o debate e a representação”, disse.

“Não será fácil, mas não é de passos fáceis que é construída a vida de um jovem homem gay neste país. Não será fácil também porque nunca participei de uma disputa eleitoral e sei como ela é uma trilha cheia de percalços e ataques”, publicou ainda.

O jornalista, que atua no Brasil 247, ganhou grande repercussão no ano passado após criticar cantos homofóbicos entoados pela torcida do Palmeiras contra o São Paulo. De Lucca é palmeirense e postou a seguinte mensagem: “A torcida do Palmeiras, em sua homofobia típica, canta que ‘todo viado nessa terra é tricolor’. Parece que encontrei uma exceção a regra: eu mesmo, viado e palmeirense, e que cola no estádio em TODOS os jogos”.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum