Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
31 de julho de 2019, 11h28

Zélia Duncan sobre Bolsonaro: “Ninguém ama ditadura sem ser podre por dentro”

A cantora ainda destacou que é deprimente a situação do Brasil atual, mas que seguirá lutando

Foto: JRIB/Mídia Ninja

A cantora Zélia Duncan usou as redes sociais na manhã desta quarta-feira (31) para criticar o presidente Jair Bolsonaro em referência ao seu apoio à ditadura militar e à tortura. A compositora ainda destacou que é deprimente a situação do Brasil atual, mas que seguirá lutando.

“Ninguém ama ditadura, idolatra tortura e gosta do sofrimento alheio, sem ser podre por dentro. É muito deprimente ver o Brasil em estado de putrefação… Seguimos lutando”, publicou em sua conta no Twitter.

A mensagem de Duncan foi publicada dois dias depois do presidente Jair Bolsonaro reacender a polêmica sobre o período militar ao comentar que sabia o que aconteceu com o Fernando Santa Cruz, vítima de desaparecimento forçado no período ditatorial. A menção a Fernando foi feita em provocação ao presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, que é filho do desaparecido.

Usuários da rede social compartilharam do sentimento da cantora e a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) ainda republicou o tuíte em sua página no facebook.

Confira algumas reações:

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum