Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

13 de junho de 2019, 17h25

Por divergência ideológica, Bolsonaro demite Santos Cruz da Secretaria de Governo

Militar comandava a Secretaria de Governo do Palácio do Planalto e já protagonizou embates com alas ligadas ao escritor Olavo de Carvalho

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) decidiu demitir nesta quinta-feira (13) Carlos Alberto Santos Cruz da Secretaria de Governo. O ministro teve a comunicação de sua saída confirmada após uma reunião com o presidente, da qual também participaram os ministros da Defesa, Fernando Azevedo e Silva , e do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno .

A Fórum entrou em contato com a Secretaria de Comunicação da Presidência para entender os motivos da baixa, porém oficialmente o Planalto ainda não se pronunciou.

Desde que chegou ao Planalto, em janeiro, o ministro se envolveu em uma crise com os filhos do presidente, além de um embate com o guru da família Bolsonaro, o escritor Olavo de Carvalho.

O incômodo da cúpula militar do governo com Olavo de Carvalho cresceu à medida em que se avolumaram os ataques do escritor reverenciado pelo presidente e pelo grupo ideológico que o cerca.

Há um mês, após passar o dia sob ataques nas redes sociais, a hashtag #ForaSantosCruz se tornou um dos assuntos mais comentados do Twitter.

Veja também:  Janaína Paschoal: Decisão de Toffoli pró-Flávio Bolsonaro é "derrota na guerra contra a corrupção"

Na conversa no Palácio da Alvorada, o ministro teria argumentado que não se tratava de um ato espontâneo, mas que era alvo de uma ação coordenada, com a participação dos filhos do presidente, o chefe da Secretaria de Comunicação, Fábio Wajngarten, e assessores ligados ao ideólogo de direita, Olavo de Carvalho.

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum