Imprensa livre e independente
16 de julho de 2012, 00h56

Prefeitura de Bogotá vai implantar CULTURA VIVA e os Pontos de Cultura como política pública

Acabo de receber esta notícia de amigos da Colômbia, a prefeitura de Bogotá vai adotar o CULTURA VIVA e os Pontos de Cultura como política pública. Estive lá no ano passado, dando cursos e conferências, como estavam em processo eleitoral, imaginei que as coisas levariam um pouco mais de tempo; recentemente, na Rio + 20, mantive contato com o subdiretor de práticas culturais, Camilo Bogota e percebi o entusiasmo com o programa, mesmo assim, não imaginava que a prefeitura tomaria a decisão em tão pouco tempo. Tomou! Primeiro foi Medellin, um laboratório de políticas públicas no mundo e que deve...

Acabo de receber esta notícia de amigos da Colômbia, a prefeitura de Bogotá vai adotar o CULTURA VIVA e os Pontos de Cultura como política pública. Estive lá no ano passado, dando cursos e conferências, como estavam em processo eleitoral, imaginei que as coisas levariam um pouco mais de tempo; recentemente, na Rio + 20, mantive contato com o subdiretor de práticas culturais, Camilo Bogota e percebi o entusiasmo com o programa, mesmo assim, não imaginava que a prefeitura tomaria a decisão em tão pouco tempo. Tomou! Primeiro foi Medellin, um laboratório de políticas públicas no mundo e que deve ser uma das grandes cidades que mais investe em cultura (5% do orçamento municipal), que conta até com uma lei municipal da Cultura Viva, aprovada na câmara dos vereadores e agora a capital deste belo pais. Junto com a Colombia, outros país da América Latina já implantam o programa, como a Costa Rica, Peru (há um belo pronunciamento do presidente da república, Ollanta Humala e do ministro da cultrua sobre os Pontos de Cultura), a prefeitura de Lima, com o programa “Cultura Viva por una nueva Lima” e a Argentina. E outros países virão!

Veja também:  Toffoli diz que Estado sem controle do Judiciário é "fascista" para defender sua decisão pró Flávio Bolsonaro

Aqui apresento o vídeo com o anúncio da implantação do programa na cidade de Bogotá. Como no Brasil estamos em eleições municipais, que fique o exemplo para candidatos às prefeituras e camaras de vereador também adotem o Cultura Viva e os Pontos de Cultura em seus programas.  Ponto de Cultura = Cultura realizada com Potência e Afeto

 

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum