Imprensa livre e independente
05 de dezembro de 2018, 13h42

Presidente do México envia ao Senado projeto para acabar com a própria imunidade

O presidente vai poder ser julgado como qualquer outro cidadão, por qualquer outro delito", afirmou Andrés Manuel López Obrador, que tomou posse no sábado (1º).

Andrés Manuel Lopez Obrador (Divulgação)
Recém empossado, o presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, anunciou que encaminhou nesta terça-feira (4) ao Senado uma inciativa para acabar com a imunidade presidencial, cumprindo uma promessa de campanha. “Hoje envio ao Senado o primeiro projeto para reformar o artigo 108 da Constituição e suspender o foro do presidente da República”, disse López Obrador, que assumiu a Presidência no último sábado (1º). “Vamos acabar com a impunidade estabelecida na Constituição. O presidente vai poder ser julgado como qualquer outro cidadão, por qualquer outro delito”, afirmou. O presidente esquerdista lembrou que desde 1917 os chefes de Estado mexicanos só...

Recém empossado, o presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, anunciou que encaminhou nesta terça-feira (4) ao Senado uma inciativa para acabar com a imunidade presidencial, cumprindo uma promessa de campanha.

“Hoje envio ao Senado o primeiro projeto para reformar o artigo 108 da Constituição e suspender o foro do presidente da República”, disse López Obrador, que assumiu a Presidência no último sábado (1º). “Vamos acabar com a impunidade estabelecida na Constituição. O presidente vai poder ser julgado como qualquer outro cidadão, por qualquer outro delito”, afirmou.

O presidente esquerdista lembrou que desde 1917 os chefes de Estado mexicanos só podem ser julgados pelo “delito de traição à pátria”, lamentando que fiquem livres do julgamento por corrupção.

Com informações da Agência Deutsche Welle.

Agora que você chegou ao final desse texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais

Veja também:  Amor militante em "Divino Amor", de Gabriel Mascaro

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum