Imprensa livre e independente
26 de outubro de 2018, 15h28

Presidente do PSL, de Bolsonaro, diz que OEA é “esquerdista” e “tem zero credibilidade para a gente”

Cotado para o Ministério da Justiça,caso Bolsonaro vença as eleições, Gustavo Bebianno disse que a OEA "assim como a ONU, tem um viés globalista, esquerdista".

Reprodução
Presidente do PSL, partido do presidenciável Jair Bolsonaro, Gustavo Bebianno afirmou que a Organização dos Estados Americanos (OEA), que acompanha as eleições no Brasil, tem “viés esquerdista” e não tem credibilidade para o partido. “Não, nós não produzimos fake news. Ela está falando do PT, mas como ela é esquerdista, ela não fala do PT. Ela vai lá, acariciar. A OEA tem zero credibilidade para a gente”, afirmou, ao ser indagado pelo Folha de S.Paulo sobre a declaração de Laura Chinchilla, chefe da missão da OEA no Brasil, de que a divulgação de notícias falsas no país via WhatsApp pode...

Presidente do PSL, partido do presidenciável Jair Bolsonaro, Gustavo Bebianno afirmou que a Organização dos Estados Americanos (OEA), que acompanha as eleições no Brasil, tem “viés esquerdista” e não tem credibilidade para o partido.

“Não, nós não produzimos fake news. Ela está falando do PT, mas como ela é esquerdista, ela não fala do PT. Ela vai lá, acariciar. A OEA tem zero credibilidade para a gente”, afirmou, ao ser indagado pelo Folha de S.Paulo sobre a declaração de Laura Chinchilla, chefe da missão da OEA no Brasil, de que a divulgação de notícias falsas no país via WhatsApp pode ser um “fenômeno sem precedentes”.

Cotado para assumir o Ministério da Justiça na hipótese de Bolsonaro vencer as eleições, Bebianno disse que a OEA “assim como a ONU, tem um viés globalista, esquerdista. A OEA não reconhece o que aconteceu em 2014. Os peritos que trabalharam para o PSDB não puderam fazer o seu trabalho, o TSE não deixou”, sugerindo que houve fraude nas últimas eleições presidenciais, quando Dilma Rousseff (PT) derrotou Aécio Neves (PSDB).

Veja também:  Bispo licenciado da Universal e Advogado-Geral da União entram na lista para ministro "terrivelmente evangélico" do STF

Após a derrota, os tucanos entraram com pedido de auditoria nas urnas sobre possível fraude, que não foi comprovada. Em março de 2017, quando foi gravado pelo empresário e delator Joesley Batista, da JBS, Aécio disse ter pedido a verificação do resultado ‘para encher o saco do PT’.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum