Imprensa livre e independente
30 de janeiro de 2018, 18h19

Procurador da Lava Jato, com renda de 35 mil mensais, vai virar consultor e diz que agora quer ganhar dinheiro

Carlos Fernando dos Santos Lima lança nesta terça-feira um livro sobre “compliance bancário” com prefácio assinado pelo juiz Sérgio Moro e vem, nos últimos meses, participando de congressos e seminários para empresas pois, mesmo com salário de mais de R$30 mil mensais, resolveu agora “ganhar dinheiro” Por Redação Será lançado na noite desta terça-feira (30) o livro “Compliance Bancário – Um manual descomplicado”, de autoria do procurador da Lava Jato de Curitiba Carlos Fernando dos Santos Lima. Com prefácio assinado pelo juiz Sérgio Moro, a obra inaugura uma nova fase profissional do procurador, que agora quer ser consultor de compliance...

Carlos Fernando dos Santos Lima lança nesta terça-feira um livro sobre “compliance bancário” com prefácio assinado pelo juiz Sérgio Moro e vem, nos últimos meses, participando de congressos e seminários para empresas pois, mesmo com salário de mais de R$30 mil mensais, resolveu agora “ganhar dinheiro”

Por Redação

Será lançado na noite desta terça-feira (30) o livro “Compliance Bancário – Um manual descomplicado”, de autoria do procurador da Lava Jato de Curitiba Carlos Fernando dos Santos Lima. Com prefácio assinado pelo juiz Sérgio Moro, a obra inaugura uma nova fase profissional do procurador, que agora quer ser consultor de compliance bancário para empresas pois, agora, decidiu “ganhar dinheiro”.

Ao menos é o que teria dito a pessoas próximas, de acordo com o site Poder 360.

O salário mensal do procurador ultrapassa os R$30 mil e chega quase a R$35 mil com o auxílio moradia.

A sua área de especialidade, de “compliance”, consiste em manter empresas dentro regras fiscais e bancárias, externas e internas.

“Quem sabe este livro seja o início do interesse do leitor em uma carreira que promete crescer significativamente nos próximos anos?”, escreveu Santos Lima em sua página no Facebook.

Veja também:  Léo Índio, primo de Carlos Bolsonaro, monta "comando de caça a comunistas" particular e faz dossiês para o governo

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum