Imprensa livre e independente
27 de abril de 2018, 08h25

Procurador da Lava Jato pode ser investigado pelo STF por injúria e difamação, diz Mônica Bergamo

Por enquanto os magistrados aguardam providências da PGR ou do CNMP. Caso isso não ocorra, a corte abriria inquérito

De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, após reiteradas críticas que fez ao STF (Supremo Tribunal Federal), o tribunal pode abrir, de ofício, uma investigação contra o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, da Lava Jato em Curitiba. Ministros da corte acreditam que as críticas do procurador se enquadrariam nos crimes de injúria e difamação, punidos com detenção e multa. Por enquanto os magistrados aguardam providências da PGR (Procuradoria-Geral da República) ou do CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público). Caso isso não ocorra, a corte abriria inquérito. Procurado, Santos Lima não se manifestou. A última vez que o procurador...

De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, após reiteradas críticas que fez ao STF (Supremo Tribunal Federal), o tribunal pode abrir, de ofício, uma investigação contra o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, da Lava Jato em Curitiba.

Ministros da corte acreditam que as críticas do procurador se enquadrariam nos crimes de injúria e difamação, punidos com detenção e multa.

Por enquanto os magistrados aguardam providências da PGR (Procuradoria-Geral da República) ou do CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público). Caso isso não ocorra, a corte abriria inquérito. Procurado, Santos Lima não se manifestou.

A última vez que o procurador se manifestou foi feita quando o STF retirou trechos da delação da Odebrecht sobre Lula das mãos do juiz Sergio Moro. Ele disse: “O que acontece hoje é o esperneio da velha ordem. A pergunta que devemos fazer é qual o motivo pelo qual precisam sacrificar o bom nome do tribunal”.

Ele também postou: “Fica claro que há um conflito entre uma nova Justiça e o velho sistema de impunidade dos poderosos”. Para um magistrado, ele está acusando ministros de prevaricação.

Veja também:  Glenn Greenwald provoca Dallagnol e Carlos Bolsonaro pelo Twitter

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum