Imprensa livre e independente
22 de agosto de 2018, 14h06

Procuradoria Regional Eleitoral contesta candidatura de Márcio França

Na avaliação dos integrantes do órgão, o governador de São Paulo entregou documentos judiciais ilegíveis. O que deixa dúvidas em relação a sua condição legal de ser candidato

O governador de São Paulo, Márcio França (PSB), terá de se explicar à Procuradoria Regional Eleitoral, que contestou, nesta terça-feira (21), o registro de sua candidatura ao governo do estado. De acordo com o órgão, França “não provou que está em pleno exercício de seus direitos políticos, tendo em vista que deixou de juntar as certidões formalmente regulares”. As informações são de Reynaldo Turollo Jr., da Folha de S.Paulo. Alguns dos documentos que serviriam para provar que França não tem pendências na Justiça, que o tornem inelegível, foram entregues por ele ao Tribunal Regional Eleitoral, mas estão ilegíveis. O principal trata...

O governador de São Paulo, Márcio França (PSB), terá de se explicar à Procuradoria Regional Eleitoral, que contestou, nesta terça-feira (21), o registro de sua candidatura ao governo do estado. De acordo com o órgão, França “não provou que está em pleno exercício de seus direitos políticos, tendo em vista que deixou de juntar as certidões formalmente regulares”. As informações são de Reynaldo Turollo Jr., da Folha de S.Paulo.

Alguns dos documentos que serviriam para provar que França não tem pendências na Justiça, que o tornem inelegível, foram entregues por ele ao Tribunal Regional Eleitoral, mas estão ilegíveis. O principal trata de uma condenação por ato de improbidade administrativa praticado no final dos anos 1990, quando França foi prefeito de São Vicente, no litoral de São Paulo. Ele responde acusação de ter contratado 154 funcionários para um órgão da Saúde municipal sem efetuar concurso público. França tem sete dias para apresentar sua defesa.

Veja também:  Presidente do Grupo Companhia das Letras, Luiz Schwarcz troca socos com homem na Flip

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum