Imprensa livre e independente
19 de setembro de 2007, 13h41

Projeto quer filhos de deputados matriculados na escola pública

Proposta do deputado estadual Cido Sério seria estendida ainda para os filhos de servidores públicos dos três poderes estaduais concursados depois da aprovação.

Proposta do deputado estadual Cido Sério seria estendida ainda para os filhos de servidores públicos dos três poderes estaduais concursados depois da aprovação. Por Redação Filho de governador, deputado, juízes e de funcionários públicos estaduais na escola pública. A idéia é do deputado estadual Cido Sério (PT-SP), que apresenta o projeto de lei nesta quarta-feira, 19, às 15h30, na Assembléia Legislativa. O objetivo do projeto é aproximar servidores concursados a partir da aprovação da lei e dos eleitos da escola pública da realidade do ensino público. Essa medida provocaria, na visão do parlamentar, pressão para melhorar a qualidade do ensino. Pessoas...

Proposta do deputado estadual Cido Sério seria estendida ainda para os filhos de servidores públicos dos três poderes estaduais concursados depois da aprovação.

Por Redação

Filho de governador, deputado, juízes e de funcionários públicos estaduais na escola pública. A idéia é do deputado estadual Cido Sério (PT-SP), que apresenta o projeto de lei nesta quarta-feira, 19, às 15h30, na Assembléia Legislativa.

O objetivo do projeto é aproximar servidores concursados a partir da aprovação da lei e dos eleitos da escola pública da realidade do ensino público. Essa medida provocaria, na visão do parlamentar, pressão para melhorar a qualidade do ensino. Pessoas em cargos eletivos e comissionados teriam 12 meses a partir da publicação da lei para matricularem seus filhos. Os trabalhadores efetivos já nomeados não seriam afetados.
As classes sociais mais ricas e formadoras de opinião, em geral, buscam escolas particulares. Nesses grupos, estão incluídos o governador, os secretários e deputados, que têm ascendência direta sobre o destino dos recursos públicos. “Essas pessoas precisam se aproximar e se responsabilizar pela escola pública”, defende Cido Sério.

Veja também:  Funcionário diz que Vale foi avisada sobre vazamento 7 meses antes de barragem romper

O ensino público passa por uma crise grave. Apenas 13% das crianças que começam a primeira série completam o ensino fundamental, 22% vivem em famílias com renda de um salário mínimo e um terço trabalha ou já teve intenção de trabalhar.

Em São Paulo, há um indicador grave sobre a qualidade das escolas. As notas do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), exame realizado em todo país, caíram em dez anos em 12% em português e em 8% em matemática.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum