Imprensa livre e independente
20 de outubro de 2015, 16h17

Protagonista negro no novo ‘Star Wars’ gera reação racista nas redes

Fãs racistas criaram um movimento para boicotar o novo episódio da franquia sob a alegação de que a produção promove, entre outras coisas, o "genocídio branco" e "marxismo cultural"; hashtag #BoycottStarWarsVII, no entanto, foi apropriada por aqueles que denunciaram o preconceito e agora virou motivo de piada

Fãs racistas criaram um movimento para boicotar o novo episódio da franquia sob a alegação de que a produção promove, entre outras coisas, o “genocídio branco” e “marxismo cultural”; hashtag #BoycottStarWarsVII, no entanto, foi apropriada por aqueles que denunciaram o preconceito e agora virou motivo de piada Por Redação O lançamento, esta semana, do trailer de Star Wars: O Despertar da Força, provocou a ira de alguns fãs racistas da franquia. Ao descobrirem, através do trailer, que um dos protagonistas do novo episódio da série é um herói negro e uma das personagens principais é uma mulher, internautas criaram um...

Fãs racistas criaram um movimento para boicotar o novo episódio da franquia sob a alegação de que a produção promove, entre outras coisas, o “genocídio branco” e “marxismo cultural”; hashtag #BoycottStarWarsVII, no entanto, foi apropriada por aqueles que denunciaram o preconceito e agora virou motivo de piada

Por Redação

O lançamento, esta semana, do trailer de Star Wars: O Despertar da Força, provocou a ira de alguns fãs racistas da franquia. Ao descobrirem, através do trailer, que um dos protagonistas do novo episódio da série é um herói negro e uma das personagens principais é uma mulher, internautas criaram um movimento para boicotar a produção sob a alegação de que o filme, entre outras coisas, promove o “genocídio branco” e o “marxismo cultural”.

“JJ. Abrams é um judeu ativista que está promovendo o genocídio dos brancos”, tuitou um internauta norte-americano, inaugurando a hashtag #BoycottStarWarsVII.

“Justiceiros sociais reclamam de apropriação indevida de culturas e em seguida criam um ‘Star Wars’ não-branco”, postou outro.

boicote1

Reprodução/Twitter

Não demorou muito, no entanto, para que a hashtag fosse apropriada por aqueles que identificaram o racismo no movimento. Ao menos desde a noite da última segunda-feira (19) que só é possível encontrar a tag em tuítes que escancaram o teor preconceituoso do boicote proposto, ou mesmo ridicularizando o movimento.

Veja também:  Vaza Jato: Em nota, Moro nega ter liberado dinheiro para Dallagnol fazer vídeo publicitário

“Gosto do movimento #BoycottStarWarsVII! Quanto mais racistas boicotando o filme, menor a chance de um babaca sentar ao nosso lado no cinema!”, postou uma usuária.

Confira alguns tuítes:

Foto: Divulgação

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum