Imprensa livre e independente
03 de novembro de 2017, 10h06

Protesto contra privatizações de Doria ganha as ruas de Genebra

Representantes do Sindicato dos Servidores Municipais de São Paulo realizaram manifestação em frente à sede da ONU.

Representantes do Sindicato dos Servidores Municipais de São Paulo realizaram manifestação em frente à sede da ONU. Da Redação* O slogan da campanha “São Paulo não está à venda” ultrapassou fronteiras e foi parar em Genebra, na Suíça, devidamente traduzido para o idioma inglês (“São Paulo is not for sale”). A mensagem foi levada trabalhadores públicos brasileiros, ligados ao Sindicato dos Servidores Municipais de São Paulo (Sindsep-SP), presentes no ato em frente à sede da Organização das Nações Unidas (ONU). O ato, organizado pela Internacional dos Serviços Públicos (ISP), foi realizado em solidariedade aos estagiários da ONU, que trabalham com...

Representantes do Sindicato dos Servidores Municipais de São Paulo realizaram manifestação em frente à sede da ONU.

Da Redação*

O slogan da campanha “São Paulo não está à venda” ultrapassou fronteiras e foi parar em Genebra, na Suíça, devidamente traduzido para o idioma inglês (“São Paulo is not for sale”). A mensagem foi levada trabalhadores públicos brasileiros, ligados ao Sindicato dos Servidores Municipais de São Paulo (Sindsep-SP), presentes no ato em frente à sede da Organização das Nações Unidas (ONU).

O ato, organizado pela Internacional dos Serviços Públicos (ISP), foi realizado em solidariedade aos estagiários da ONU, que trabalham com contratos de forma precária, e foi parte das atividades dos mais de 1.100 sindicalistas participantes de mais de 100 países, presentes no 30º Congresso Mundial da ISP, que comemora 110 anos com o lema “O povo acima do lucro”.

Nas mesas e debates que terminam nesta sexta-feira (3), temas como a luta contra as desigualdades e por direitos humanos, economia justa e justiça fiscal, direitos sindicais e trabalhistas e a luta contra as privatizações estão sendo amplamente debatidas. A constatação é que os serviços públicos e seus trabalhadores e trabalhadoras estão sofrendo ataques no mundo inteiro em razão do recrudescimento das políticas neoliberais, crescimento do conservadorismo e domínio da política pelo mercado financeiro.

Veja também:  Tabata Amaral disse que "mesmo sendo de esquerda", parlamentar do PSOL nunca maltratou ninguém

A ISP já apoia a campanha contra as privatizações de Doria, mas o Sindsep está propondo uma moção para aprovação no Congresso com apoio mundial.

*Com informações da Rede Brasil Atual

 Foto: Divulgação

 

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum