Imprensa livre e independente
12 de novembro de 2015, 17h26

PSD quer cassação de Jean Wyllys

O presidente do PSD, Guilherme Campos, protocolou uma representação pedindo a cassação do mandato do psolista, após um bate-boca que ele teve com João Rodrigues (PSD-SC) no plenário da Câmara. Wyllys, no entanto, vê a atitude como uma retaliação de aliados de Eduardo Cunha contra o PSOL. Reveja o momento da discussão entre os parlamentares.

O presidente do PSD, Guilherme Campos, protocolou uma representação pedindo a cassação do mandato do psolista, após um bate-boca que ele teve com João Rodrigues (PSD-SC) no plenário da Câmara. Wyllys, no entanto, vê a atitude como uma retaliação de aliados de Eduardo Cunha contra o PSOL. Reveja o momento da discussão entre os parlamentares  Por Redação Ontem (11), o presidente do PSD, Guilherme Campos, protocolou uma representação pedindo a cassação do mandato de Jean Wyllys (PSOL-RJ) após uma discussão que ele teve com o também deputado João Rodrigues (PSD-SC) no plenário da Câmara. No dia 28 de outubro, Rodrigues criticava aqueles que se opõem...

O presidente do PSD, Guilherme Campos, protocolou uma representação pedindo a cassação do mandato do psolista, após um bate-boca que ele teve com João Rodrigues (PSD-SC) no plenário da Câmara. Wyllys, no entanto, vê a atitude como uma retaliação de aliados de Eduardo Cunha contra o PSOL. Reveja o momento da discussão entre os parlamentares 

Por Redação

Ontem (11), o presidente do PSD, Guilherme Campos, protocolou uma representação pedindo a cassação do mandato de Jean Wyllys (PSOL-RJ) após uma discussão que ele teve com o também deputado João Rodrigues (PSD-SC) no plenário da Câmara.

No dia 28 de outubro, Rodrigues criticava aqueles que se opõem à revogação do Estatuto do Desarmamento quando, no meio de seu discurso, chamou Wyllys de “escória” do país, ironizando a trajetória do parlamentar. O psolista, em resposta, se referiu ao colega como “fascista” e “ladrão”, e citou o vídeo pornô que ele teria assistido durante uma sessão em maio deste ano.

Na representação, o PSD acusa Wyllys de quebra de decoro. Este, por sua vez, vê a atitude como uma retaliação de deputados aliados do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), depois que o PSOL pediu a cassação do mandato dele por ter mentido à CPI da Petrobras quando declarou que não possui contas bancárias no exterior.

Veja também:  Carlos Bolsonaro parabeniza Olavo de Carvalho por curso grátis para as PMs "sobre a cultura esquerdista maléfica"

Sobre o bate-boca no plenário, Wyllys sustenta que “não disse nada que não fosse verdade”. “Vamos ver o que eu disse: primeiro, que homens decentes — como eles gostam de dizer que são — não usam a sessão plenária para assistir vídeo pornô no celular, e ele fez e foi flagrado; segundo, que homens decentes não são condenados por roubar dinheiro público, como ele foi”, afirmou à imprensa sobre o fato.

NOVÍSSIMA CRÔNICA DO ABSURDO (ABSURDO MESMO!)Há pouco, no plenário da Câmara, a Deputada Federal Jô Moraes me chamou…

Posted by Jean Wyllys on Wednesday, 28 October 2015

Foto de capa: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum