Imprensa livre e independente
10 de fevereiro de 2018, 16h11

PT faz 38 anos e Gleisi Hoffmann ressalta vocação de luta pelos movimentos sociais

“Sempre se viu e sempre se verá o PT ao lado dos trabalhadores rurais, dos operários das cidades, reivindicando o fim da desigualdade. É por isso que é o partido preferido dos brasileiros até hoje”, destaca a senadora e presidenta do partido.

“Sempre se viu e sempre se verá o PT ao lado dos trabalhadores rurais, dos operários das cidades, reivindicando o fim da desigualdade. É por isso que é o partido preferido dos brasileiros até hoje”, destaca a senadora e presidenta do partido. Da Redação A senadora e presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, postou em sua página no Facebook uma mensagem para lembrar os 38 anos de fundação do parido, comemorados neste sábado (10). Há 38 anos, era criado no Brasil um novo partido, surgido “da necessidade sentida por milhões de cidadãos de intervir na vida social e política do país...

“Sempre se viu e sempre se verá o PT ao lado dos trabalhadores rurais, dos operários das cidades, reivindicando o fim da desigualdade. É por isso que é o partido preferido dos brasileiros até hoje”, destaca a senadora e presidenta do partido.

Da Redação

A senadora e presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, postou em sua página no Facebook uma mensagem para lembrar os 38 anos de fundação do parido, comemorados neste sábado (10). Há 38 anos, era criado no Brasil um novo partido, surgido “da necessidade sentida por milhões de cidadãos de intervir na vida social e política do país para transformá-la”.

À época, um regime de força e exceção vivia seus momentos finais. O Brasil dava adeus a um bipartidarismo forçado, as forças políticas se rearranjavam, e os trabalhadores, os movimentos sindicais e as organizações populares estavam dispostos e aptos a se aglutinarem em torno de uma legenda que fosse criada com o intuito de ecoar suas vozes e lutar por eles.

Este partido era o PT. Até hoje, é o PT.

Veja também:  Para evitar fuga, deputado apresenta pedido de retenção do passaporte de Deltan Dallagnol

O Manifesto de Fundação do Partido dos Trabalhadores foi escrito em 10 de fevereiro de 1980, há 38 anos, e jamais perdeu sua atualidade. Porque a sigla nunca abandonou seus propósitos, nunca mudou de lado. É o registro de sua história e sua luta que provam isso.

“A grande maioria de nossa população trabalhadora, das cidades e dos campos, tem sido sempre relegada à condição de brasileiros de segunda classe. Agora, as vozes do povo começam a se fazer ouvir por meio de suas lutas”, anunciava o manifesto de 1980, que ecoa até hoje no PT e no legado de seus anos no governo, em seus quadros, em sua incomparável militância. É por isso que é o partido preferido dos brasileiros até hoje, conforme mostra pesquisa do Instituto Datafolha.

Ao longo destes 38 anos, o Partido dos Trabalhadores fez valer o que consta em seu manifesto de fundação, seja enquanto está administrando cidades, estados ou o país, seja enquanto está na oposição.

Sempre se viu e sempre se verá o PT ao lado dos movimentos sociais, dos trabalhadores rurais, dos operários das cidades, lutando por ou implantando o orçamento participativo, reivindicando o fim da desigualdade ou criando uma política de aumento real do salário mínimo, exigindo mais e melhores moradias para os mais pobres ou criando o Minha Casa, Minha Vida, o Luz Para Todos.

Veja também:  Advogado quer liberdade para militar preso com 39 quilos de cocaína no avião presidencial

Acompanhe a íntegra do texto do Manifesto de Fundação do PT:

Foto: Arquivo/PT

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum