Imprensa livre e independente
14 de fevereiro de 2019, 18h12

PT vai à Comissão de Ética contra Moro por omitir informações sobre reunião com representantes da Taurus

“Um ministro de Estado não pode, a pretexto de ocultar uma agenda que deve ser pública, alegar sigilo de um encontro privado com quem tem interesses comerciais em face da Administração Pública Federal”, diz a representação

Foto: Agência Brasil
Paulo Pimenta (RS), líder do PT na Câmara Federal, protocolou, nesta quinta-feira (14), representação na Comissão de Ética da Presidência da República, contra Sérgio Moro, ministro da Justiça e da Segurança Pública. A alegação é violação do Código de Ética da Alta Administração Pública. Moro é acusado de não respeitar a postura ética de um agente público, por não ter respondido à representação do PSOL a respeito de um suposto encontro com representantes da fabricante de armas Taurus. “Um ministro de Estado não pode, a pretexto de ocultar uma agenda que deve ser pública, alegar sigilo de um encontro privado com quem...

Paulo Pimenta (RS), líder do PT na Câmara Federal, protocolou, nesta quinta-feira (14), representação na Comissão de Ética da Presidência da República, contra Sérgio Moro, ministro da Justiça e da Segurança Pública. A alegação é violação do Código de Ética da Alta Administração Pública.

Moro é acusado de não respeitar a postura ética de um agente público, por não ter respondido à representação do PSOL a respeito de um suposto encontro com representantes da fabricante de armas Taurus.

“Um ministro de Estado não pode, a pretexto de ocultar uma agenda que deve ser pública, alegar sigilo de um encontro privado com quem tem interesses comerciais em face da Administração Pública Federal. Ademais, este é o encargo que se deve suportar ao se optar por uma carreira pública, onde a respectiva contraprestação aos serviços prestados provém dos cofres públicos”, diz o documento.

Desrespeito

Pimenta afirma que Moro desrespeitou a Lei de Acesso à Informação e a Constituição e solicita que a Comissão de Ética adote as medidas legais cabíveis, inclusive com representação junto ao Ministério Público Federal para que seja avaliada a prática de improbidade administrativa.

Veja também:  Em voo para a Argentina, avião do Palmeiras arremete duas vezes, muda local de pouso e tripulação passa mal

Lula também criticou o ministro de Bolsonaro: “Moro, que cometeu um crime ao divulgar uma gravação da presidente da República feita de forma ilegal, agora é ministro de Bolsonaro e alega privacidade”, afirmou Lula, em um tuíte. O ex-presidente retuitou vídeo de Marcelo Freixo.


Assistam ao vídeo de Freixo:

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum