Blog do Rovai

26 de junho de 2019, 08h05

Quem é o militar preso transportando drogas no avião da presidência da República?

A sutileza de dizer que se trata de um avião reserva tem por objetivo esconder que se trata de um avião da presidência. Ou ainda melhor, da frota presidencial.

Um militar da Aeronáutica brasileira foi detido nesta terça-feira (25) no aeroporto de Sevilha, na Espanha. Hoje Bolsonaro que está indo ao Japão participar do G20 faria escala no mesmo aeroporto. Na última hora mudou-se a rota. O avião titular da presidência da República fez escala em Lisboa.

Sim, a nova do dia é que agora a presidência da República tem avião titular e reserva. E neste avião reserva o militar que o governo não identificou foi preso por suspeita de transportar drogas.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

O ministério da Defesa de Bolsonaro diz que os fatos estão sendo apurados e que foi determinada a instauração de Inquérito Policial Militar (IPM). Nada mais. Como se traficar drogas a partir de agora passasse a ser considerado segredo de Estado.

A reportagem do UOL, que solicitou mais detalhes sobre o caso à assessoria de comunicação social do ministério da Defesa, não obteve resposta sequer se o militar estava na Espanha a trabalho. E o que estava fazendo em Sevilha, para onde, vamos repetir isso para ficar bem claro, Bolsonaro voaria hoje.

Veja também:  Vaza Jato: Moro conduziu delações negociadas na Lava Jato

A cobertura midiática para um escândalo dessa proporção tem sido absurdamente tímida. E mais do que tudo, o passa-panismo levou a criação de um avião reserva da presidência da República. Se ele é um avião usado pelo presidente, ele é um avião da frota presidencial. Ponto final. É como jogador reserva. Ele é do time. Não deixa de ser do time por ser reserva.

Se um avião da frota presidencial foi usado para o tráfico de drogas com um militar de alto escalão pilotando-o a sociedade tem que ser informada de todos os detalhes que envolvem essa história. O resto é conversa para boi dormir. Ou para o gado bolsonarista se distrair nas redes sociais.

PS: Após a publicação do texto surgiram as informações, como o blog já suspeitava e o leitor pode perceber pelo texto, que o militar preso fazia parte da comitiva presidencial de Bolsonaro. Leia aqui o que a imprensa espanhola já está divulgando.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum

#tags