Imprensa livre e independente
03 de março de 2015, 13h36

“Era humilde, manso, filho maravilhoso, nunca encrencou em nada comigo”, diz mãe de Bolsonaro

Dona Olinda Bonturi Bolsonaro também contou como educou o parlamentar: “com muito amor... Não queria que fosse uma criança estúpida”

Olinda Bonturi Bolsonaro também contou como educou o parlamentar: “com muito amor… Não queria que fosse uma criança estúpida” Por Redação Em entrevista à revista Crescer publicada ontem (2), a mãe do deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), Olinda Bonturi Bolsonaro, de 89 anos, comentou as polêmicas declarações do parlamentar em que ele reafirma a sua postura conservadora contra os direitos femininos. Recentemente, o parlamentar questionou o “excesso” de direitos trabalhistas das mulheres, considerando que elas deveriam receber salário menor porque engravidam e prejudicam o empresariado com a licença-maternidade. “Era digno, não era de falar besteira”, afirmou Dona Olinda Bolsonaro, que...

Olinda Bonturi Bolsonaro também contou como educou o parlamentar: “com muito amor… Não queria que fosse uma criança estúpida”

Por Redação

Em entrevista à revista Crescer publicada ontem (2), a mãe do deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), Olinda Bonturi Bolsonaro, de 89 anos, comentou as polêmicas declarações do parlamentar em que ele reafirma a sua postura conservadora contra os direitos femininos. Recentemente, o parlamentar questionou o “excesso” de direitos trabalhistas das mulheres, considerando que elas deveriam receber salário menor porque engravidam e prejudicam o empresariado com a licença-maternidade.

“Era digno, não era de falar besteira”, afirmou Dona Olinda Bolsonaro, que contou também como o educou: “com amor muito amor…Não queria que fosse uma criança estúpida, bruta, falasse besteira”, revelou. De acordo com ela, o parlamentar, na infância, era um “filho maravilhoso”. “Era humilde, manso, filho maravilhoso, nunca encrencou em nada comigo. Uma beleza de filho (quase chorando), estou arrepiada de falar”, contou.

Sobre as declarações agressivas de seu filho feitas contra a deputada Maria do Rosário (PT-RS) – que não merecia ser estuprada porque era feia –, Dona Olinda rebateu. “Querem que ele fale mole, não é? É o jeito dele. Era ele mesmo, não estava imitando ninguém. É a natureza dele”, acrescentou.

Veja também:  Bolsonaro quer criar Black Friday verde e amarela com descontos "patrióticos" no Sete de Setembro

Confira a íntegra da entrevista aqui.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum