Imprensa livre e independente
12 de julho de 2018, 12h41

Rapper Drake bate recordes dos Beatles e de Michael Jackson com o álbum Scorpion

“Nice for What” foi o primeiro lugar da Bilboard. Ele também colocou outras sete canções no top 10 da parada

O novo álbum do rapper Drake, Scorpion, lançado no dia 28 de Junho, acaba de bater recordes dos Beatles e de Michael Kackson. O álbum recebeu disco de platina logo de saída, no dia do seu lançamento. Além disso, Scorpion chegou à primeira posição no Hot 100 da Bilboard, com a faixa “Nice for What” e também colocou outras sete canções no top 10 da parada. O recorde deste feito era, até então, dos Beatles que emplacaram cinco músicas na lista, em 1964: “Can’t Buy Me Love”, “Twist and Shout”, “She Loves You”, “I Want to Hold Your Hand” e “Please Please Me”. O rapper chegou a ter 31 faixas entre...

O novo álbum do rapper Drake, Scorpion, lançado no dia 28 de Junho, acaba de bater recordes dos Beatles e de Michael Kackson.

O álbum recebeu disco de platina logo de saída, no dia do seu lançamento. Além disso, Scorpion chegou à primeira posição no Hot 100 da Bilboard, com a faixa “Nice for What” e também colocou outras sete canções no top 10 da parada.

O recorde deste feito era, até então, dos Beatles que emplacaram cinco músicas na lista, em 1964: “Can’t Buy Me Love”, “Twist and Shout”, “She Loves You”, “I Want to Hold Your Hand” e “Please Please Me”.

O rapper chegou a ter 31 faixas entre as dez mais tocadas e agora é o artista homem com maior presença nas paradas, passando o rei do pop Michael Jackson que teve 30 faixas.

E, como se tudo isso ainda não fosse suficiente, Drake bateu o próprio recorde ao possuir 27 músicas simultaneamente na Hot 100, sendo 25 delas as faixas do Scorpion.

Veja também:  Fundador do "Escola sem Partido" lamenta fim do projeto e se diz decepcionado com Bolsonaro

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum