Imprensa livre e independente
18 de junho de 2019, 22h45

Recuperação judicial pode render R$97 milhões a Emílio e Marcelo Odebrecht

Beneficiados com prisão domiciliar após colaborar com delações premiadas na Lava Jato, os ex-executivos podem receber cerca de R$97 milhões com a recuperação judicial do Grupo Odebrecht

São Paulo - Fachada da construtora Odebrecht em São Paulo.
Os empresários Emílio e Marcelo Odebrecht, beneficiados com prisão domiciliar após colaborar com delações premiadas na Operação Lava Jato, podem receber cerca de R$97 milhões com a recuperação judicial do Grupo Odebrecht. Em documento enviado ao juiz João de Oliveira Rodrigues Filho, da 1ª Vara de Falências e Recuperações Jurídicas do Tribunal de Justiça de São Paulo, Emílio e Marcelo, pai e filho, aparecem como credores da empreitera. Marcelo tem a receber R$ 16.199.132,95 de uma controladora do grupo, enquanto o valor creditado a ultrapassa os R$80 milhões. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo...

Os empresários Emílio e Marcelo Odebrecht, beneficiados com prisão domiciliar após colaborar com delações premiadas na Operação Lava Jato, podem receber cerca de R$97 milhões com a recuperação judicial do Grupo Odebrecht.

Em documento enviado ao juiz João de Oliveira Rodrigues Filho, da 1ª Vara de Falências e Recuperações Jurídicas do Tribunal de Justiça de São Paulo, Emílio e Marcelo, pai e filho, aparecem como credores da empreitera. Marcelo tem a receber R$ 16.199.132,95 de uma controladora do grupo, enquanto o valor creditado a ultrapassa os R$80 milhões.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

As dívidas do conglomerado chegam próximo dos R$100 bilhões e cerca de R$ 51 bilhões serão reestruturados. Esse é o maior pedido de recuperação judicial da história do país e a maioria dos créditos vai para os bancos.

Com informações do O Globo.

Veja também:  Ministro da Saúde pode ser convocado a explicar compra de remédio no setor privado

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum