Bolsonaro desejava matar 30 mil em ditadura, mas seu governo já levou mais de 50 mil à morte

Daniel Valença: "Dizíamos há três meses: para salvar vidas, fora Bolsonaro, fora Mourão"

Por culpa deste governo, perdemos mais de 50 mil brasileiros e brasileiras, e com a subnotificação este número pode estar em 500 mil pessoas.

Neste momento, temos mais vítimas de Covid-19 do que todos os demais países da América Latina e Caribe somados. Somos o segundo no mundo em vítimas, mesmo a pandemia tendo aqui chegado muito após que em outros países, o que deveria ter significado tempo para o país preparar-se para a pandemia.

Dizíamos há três meses que o único caminho para salvar vidas era a cassação da chapa ou impeachment de ambos.

Na época, pareciam impossíveis tais alternativas. Hoje, não apenas são saídas reais, mas, principalmente, necessárias para salvarmos vidas.

Não que isso venha a ocorrer amanhã. Mas que, quando as condições objetivas surgirem – e já ficou claro que, no Bolsonarismo, não há uma semana sem intensas novidades – as esquerdas e as classes trabalhadoras não tenham dúvidas de quais são seus objetivos: enviar milicianos, militares bolsonaristas, neoliberais e olavistas para o lixo da história.

*Este artigo não reflete, necessariamente a opinião da Revista Fórum

Avatar de Daniel Valença

Daniel Valença

Professor do Programa de Pós-graduação em Direito da UFERSA, doutor em Direito pela UFPB, coordenador do Grupo de Estudos em Direito Crítico, Marxismo e América Latina (Gedic). Vice-presidente do PT/RN.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR