Ivan Cosenza de Souza

cartas do pai

06 de março de 2020, 22h41

Cartas do Pai: “Elogio”

Leia na coluna Cartas do Pai, de Ivan Cosenza: "Saiu o PIB de 2019. Foi de 1,1%!! E pra não falar sobre isso, ele colocou um sósia, para distribuir bananas para a imprensa"

Foto: Reprodução

Rio de Janeiro, 06 de março de 2020.

Pai.

Esta semana surgiu um boato sobre uma traição conjugal, cometida pela primeira-dama. Um festival de memes e provocações. Foi um tal de corno pra cá, corno pra lá. Todo mundo pegando no pé dele por causa disso.

Onde fomos parar, pai? Foi preciso a gente chamar de corno um ser homofóbico, racista, misógino, machista, admirador de ditador pedófilo (Stroessner), envolvido em escândalos de corrupção e com ligações com a milícia para que seus apoiadores se sentissem incomodados?

Às vezes, temos que descer ao nível de nossos adversários para incomodar, eu sei. Mas o que mais me surpreende é eles não se incomodarem com todas as desqualificações desse ser que habita o planalto.

Mas o abominável gosta dessas coisas. É exatamente isto que ele faz para evitar falar dos assuntos sérios. Sobre o desemprego, a alta na informalidade (desempregados, mas pra eles isso é emprego), o desmonte da cultura, do Ibama, sobre a invasão de terras indígenas, sobre a economia…

Ah! Saiu o PIB de 2019. Foi de 1,1%!! E pra não falar sobre isso, ele colocou um sósia, para distribuir bananas para a imprensa. Este é o jogo dele.

Destrata os jornalistas, igual os militares faziam na época da ditadura. Já passou da hora dos jornalistas sérios se negarem a fazer qualquer tipo de cobertura sobre ele.

É isso aí! Jornalista que cobrir e se sujeitar aos insultos do abominável também não merece respeito. Não merecem nem ser chamados de jornalistas.

Um beijo do seu filho.

Ivan

*Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Revista Fórum


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags