Cartas do Pai: Filme do Henfil

Nas Cartas do Pai de hoje, Ivan Cosenza fala sobre a importância de preservar o patrimônio cultural brasileiro, especialmente em tempos de bolsonarismo

Rio de Janeiro, 28 de Agosto de 2021.

Pai,
O seu filme “Tanga (Deu no New York Times?) está à salvo!
Quando vi as imagens do incêndio na Cinemateca tive uma sequência de lembranças ruins.
Lembrei do incêndio do acervo do Hélio Oiticica e percebi que precisava fazer alguma coisa para preservar os seus originais com urgência.
Fui em uma reunião com o ministro da Cultura no Instituto Moreira Salles, na Gávea, aqui no Rio, junto com vários curadores de acervos.
Foi nessa reunião que vi que precisava montar o Instituto Henfil.
Achei que era mais fácil, mas consegui.
Fiz um evento bonito na ABI, com uma exposição de seus trabalhos.
Vários amigos seus foram.
Aí veio o Golpe e o fim do interesse do governo de fazer alguma coisa pela cultura.
Assisti ao incêndio do Museu Nacional e da Cinemateca, e pela primeira vez vi que sua obra poderia ter entrado para uma triste estatística.
O negativo do seu único filme poderia estar entre o material queimado na Cinemateca.
Depois de algumas semanas de tensão, finalmente consegui a notícia que tanto esperava!
Tinha uma cópia sim na Cinemateca de SP, mas o negativo original está na Cinemateca do MAM!
Confesso que fiquei emocionado com a notícia.
Muitas obras não tiveram a mesma sorte.
O Ricardo Favilla me ajudou e me passou o contato do Hernani Heffner, que é gerente da Cinemateca do MAM.
Ele que me deu a notícia!
Triste saber que a existência e preservação da cultura no Brasil dependem de sorte, pai!
Seu acervo está protegido, mas não armazenado da maneira ideal.
Esse é meu principal projeto hoje, ainda sem apoio.
Um beijo do seu filho,
Ivan

Avatar de Ivan Cosenza de Souza

Ivan Cosenza de Souza

Cronista, produtor cultural, curador da obra de Henfil, seu pai, e presidente do Instituto Henfil. Escreve as Cartas do Pai para a Revista Fórum.
Henfil veste Pela Esquerda. Camisa da Ursal à venda no link abaixo:

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR